Corinthians passa sufoco com Ceará, mas vence no fim e abre vantagem na ponta

Corinthians passa sufoco com Ceará, mas vence no fim e abre vantagem na ponta

Por Meu Timão

O Corinthians novamente fez seu torcedor sofrer e não mostrou futebol de campeão, mas venceu o Ceará por 1 a 0, fora de casa e deu um passo muito importante até o título brasileiro. O peruano Ramirez marcou aos 35 minutos do segundo tempo depois de o time visitante tomar sufoco no primeiro tempo e isolou os paulistas na liderança.

Tudo porque além de vencer, o Corinthians contou com a ajuda do seu arquirrival, o Palmeiras, que empatou por 1 a 1 com o Vasco, no Pacaembu. Agora, além de levar vantagem no número de vitórias, o time de Parque São Jorge tem dois pontos a mais que os cariocas - 64 a 62. Há quatro meses o Corinthians não vencia dois jogos seguidos.

No domingo que vem, os comandados do técnico Tite recebem o Atlético-MG, no Pacaembu. Com 35 pontos ganhos e na zona de rebaixamento à segunda divisão, o Ceará volta a campo um dia antes, no sábado, quando visita o Grêmio, no Olímpico.

O jogo

Precisando vencer para deixar a zona de rebaixamento, o time da casa foi para cima desde o início e criou as melhores oportunidades da etapa inicial. A primeira delas saiu logo aos seis minutos. Livre, o volante João Marcos recebeu cruzamento na área e cabeceou baixo, no canto direito de Julio Cesar, que esticou o braço para espalmar a bola para fora.

A boa chance desperdiçada não seria a única. Sete minutos mais tarde, o zagueiro corintiano Leandro Castán bobeou à frente de Osvaldo, que cruzou rasteiro para o meio da área buscando Felipe Azevedo e viu o lateral direito Alessandro se antecipar para colocar pela linha de fundo. Depois disso, Julio Cesar ainda salvou cabeceio no canto esquerdo e viu Felipe Azevedo chutar por cima do gol ao chegar sozinho até a área.

Bem postado defensivamente e tendo sucesso na velocidade de Osvaldo pelas duas pontas do campo, o Ceará praticamente não foi ameaçado. O Corinthians só assustou a torcida cearense em duas faltas. Na primeira, o goleiro Fernando Henrique soltou a bola na área, mas foi beneficiado por choque com Paulo André. Já na outra, Fábio Santos bateu forte, e a bola passou perigosamente perto da trave direita do arqueiro adversário.

Quando não podia contar com jogadas de bola parada, a equipe visitante pecava na transição além do meio-campo, tanto que, à exceção de Emerson, que buscava bolas junto aos volantes, os outros atacantes do Corinthians mal tocaram na bola, especialmente Liedson, anulado pela retaguarda rival. O camisa 9 inclusive foi sacado no intervalo para a entrada de Morais.

O Corinthians até equilibrou mais as ações no retorno para o segundo tempo, jogando com a marcação um pouco mais adiantada, mas mais uma vez sem criatividade. As boas chances saíram só depois da primeira metade da etapa. Morais soltou uma pancada à distância, e Fernando Henrique soltou rebote nos pés de Leandro Castán, que não aproveitou. Depois, Fábio Santos invadiu a área e chutou no goleiro do Ceará.

Para tentar resolver o problema da falta de criatividade, o técnico Tite tirou o meia Danilo, que esteve apagado em campo, e colocou Ramírez. A mexida faria efeito direto no marcador da partida pouco tempo depois. Aos 35 minutos, o peruano invadiu a área pelo lado esquerdo, passou por Fabrício e chutou cruzado para vencer Fernando Henrique e definir a vitória.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 0 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
Data: 16 de novembro de 2011 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Marrubson Melo Freitas (DF)
Cartões amarelos: Fabrício e Daniel Marques (Ceará); Leandro Castán e Fábio Santos (Corinthians)
Cartão vermelho: Fabrício (Ceará)
Gol: CORINTHIANS: Ramírez, aos 35 minutos do segundo tempo

CEARÁ: Fernando Henrique; Heleno (Boiadeiro), Fabrício, Daniel Marques e Eusébio; João Marcos, Juca, Michel (Washington) e Thiago Humberto (Leandro Chaves); Felipe Azevedo e Osvaldo
Técnico: Dimas Filgueiras

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Paulo André, Leandro Castán e Fábio Santos; Edenílson, Ralf e Danilo (Ramírez); Willian (Wallace), Emerson e Liedson (Morais)
Técnico: Tite

Fonte: ESPN

Veja Mais:

  • Corinthians venceu o Paulistão no começo do ano

    Corinthians conhece adversários de grupo do Campeonato Paulista de 2018; veja as chaves

    ver detalhes
  • Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, resolveu pressionar a arbitragem

    Presidente do Grêmio pressiona arbitragem antes do duelo com o Corinthians: 'careca vagabundo'

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade falou sobre luta do Corinthians no Brasileirão

    Roberto de Andrade opina sobre motivo da queda de rendimento do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians é o maior vencedor do Campeonato Paulista

    Datas, novidade na lista de inscritos e premiação: saiba tudo sobre o Paulistão 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes