Depois de mudança no sistema de eleição, Andrés ignora conselheiro

Depois de mudança no sistema de eleição, Andrés ignora conselheiro

Por Meu Timão

40 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Em reunião extraordinária realizada na noite de quinta-feira, no Parque São Jorge, o Conselho Deliberativo do Corinthians decidiu alteração importante, por 113 votos a 43, no sistema de eleição para o conselho. A partir do pleito de fevereiro de 2012, situação e oposição terão uma chapa fechada com 200 conselheiros cada. Antigamente, todo sócio apto a votar poderia escolher duas centenas como bem quisesse.

'Não existia possibilidade de eleger os 200 como o estatuto pregava. Já necessitava de mudança. Eu até queria que o número fosse proporcional ao percentual de votos que o presidente eleito recebesse, mas os conselheiros optaram pelo 'chapão', pela chapa fechada', disse o presidente do clube, Andrés Sanchez, na tarde desta sexta-feira. O mandatário ainda ignorou a atitude do presidente do conselho, Carlos Senger, que, insatisfeito com o modo como havia sido convocada a assembleia, prometeu ir à Justiça. 'Fico triste, é triste para o Corinthians, mas isso não vai afetar o time dentro de campo'.

A princípio, os candidatos à presidência para as eleições de fevereiro do ano que vem devem ser Mário Gobbi (situação) e Paulo Garcia (oposição). Antes disso, porém, o comando ficará sob cuidados de Roberto de Andrade, atual primeiro vice-presidente e ainda diretor de futebol, que assumirá a função assim que Andrés se licenciar do cargo, em meados de dezembro deste ano.

'Não vou deixar antes porque não quero, ainda tem campeonato para terminar e algumas coisas que preciso arrumar para o Roberto', explicou o mandatário, que a toda hora se diz cansado.

Além da alteração no estatuto, a reunião dos conselheiros na noite de quinta-feira serviu para o diretor de marketing corintiano, Luis Paulo Rosenberg, tirar dúvidas sobre o contrato assinado entre o clube e a empreiteira Odebrecht para a construção do futuro estádio, em Itaquera. Esse era outro assunto questionado por Senger, que dizia não ter aprovado o acordo. 'Ele diz que não viu o contrato, mas ele não só assinou como tem cópia do contrato em mãos', rebateu Andrés.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Delegação do Corinthians já está pronta para jogo deste domingo no Barradão

    Corinthians divulga escalação sem centroavante e com duas novidades para pegar Vitória

    ver detalhes
  • Clayson está entre os penduradores do Corinthians na próxima rodada do Brasileirão

    Corinthians enfrenta Vitória com quatro jogadores pendurados no Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá duas opções para assistir ao jogo contra o Vitória

    Dois canais de TV transmitem jogo entre Corinthians e Vitória neste domingo

    ver detalhes
  • O jovem Pedrinho atuando contra o Vitória, no último jogo na Arena Corinthians antes da Copa

    Corinthians tem retrospecto histórico favorável diante do Vitória

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes