Imprevisível Adriano decide. Nada mais natural neste campeonato imprevisível

Imprevisível Adriano decide. Nada mais natural neste campeonato imprevisível

Por Meu Timão

228 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Imprevisível Adriano decide. Nada mais natural neste campeonato imprevisível

Imprevisível Adriano decide. Nada mais natural neste campeonato imprevisível

Adriano fez o gol da vitória do Corinthians sobre o Atlético Mineiro. Há quem diga que com isso o investimento no polêmico atacante já valeu a pena. Pode ser. É uma maneira de observar tal questão. A outra? Qual seria a situação do time no campeonato se o camisa 10 mantivesse o peso certo e pudesse atuar antes e por mais tempo? Provavelmente o título estaria muito mais próximo, ou já conquistado. Por que obviamente ainda não está. As duas últimas rodadas serão imprevisíveis.

É chover no molhado destacar a capacidade técnica do 'Imperador', homem que conduziu o Flamengo a um título brasileiro que parecia impossível há dois anos. É claro que ele faz a diferença, mas para isso precisa reunir condições. Mesmo sem elas, soube aproveitar a jogada sensacional de Emerson para decidir o complicadíssimo jogo com o Atlético Mineiro. Uma histórica e emocionante virada do Corinthians. Impossível não lembrar do primeiro gol de Ronaldo (também gordo) pelo clube.

Tite acertou novamente. Se na quarta-feira optou por deixar Adriano no banco e Ramirez saiu dele para fazer o gol da vitória sobre o Ceará, desta vez encarou as vaias do Pacaembu por sacar William, que de fato fazia bom jogo. Ele preferiu apostar em uma dupla de centroavantes e na permanência do Sheik em campo. Opção discutível no momento do jogo, mas que se mostrou correta

Eles fizeram os tentos dos 2 a 1, primeiro Liédson, que há tempos vem jogando quase que no sacrifício, depois Adriano. E com a valiosíssima participação de Emerson, outro jogador que, em tese, seria candidato a deixar o gramado se William permanecesse em campo para que Adriano atuasse nos minutos finais. O 'Imperador' não marcava um golzinho há praticamente um ano e meio.

E fez um golzão. Um jogador como ele, pelo talento e má forma física, pode não fazer nada, ou seja, nem pegar na bola, como é capaz de decidir em um lance, como fez no Pacaembu praticamente sem tocar na pelota em um quarto de jogo. Do jeito que está pesadão suas próximas aparições também serão assim, imprevisíveis. Nada mais natural do que ter um jogador imprevisível decidindo um campeonato imprevisível.

O futebol coloca nova chance na vida de Adriano, que ele saiba aproveitar.

Adriano em ação contra o Galo:

23 minutos em campo
1 cruzamento errado
1 drible errado
2 perdas de bola
1 impedimento
1 falta cometida
1 passe certo
1 passe errado
1 cartão amarelo
1 finalização
1 gol

Fonte: ESPN

Veja Mais:

  • Momento em que Clayson dispara água contra torcida da Chapecoense

    Clayson pede desculpa em rede social e procura torcedora envolvida em polêmica na Arena Condá

    ver detalhes
  • Derrotado pela Chapecoense, Timão volta a focar na Copa do Brasil

    Corinthians não perde posição com revés, mas distância para G6 cresce; confira tabela atualizada

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu de virada neste domingo para a Chapecoense, por 2 a 1

    Análise: Corinthians esbarra nas próprias pernas e no ímpeto da Chapecoense

    ver detalhes
  • Equipe de futsal do Timão é líder isolada da Liga Paulista de Futsal

    Corinthians vira com gol no fim, vence Dracena e dispara na liderança da Liga Paulista

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes