Para defender 'prato de comida', corintiano esquece passado rival

Para defender 'prato de comida', corintiano esquece passado rival

Por Meu Timão

Willian sonha com conquita do Brasileiro, mesmo que seja contra ex-clube

Willian sonha com conquita do Brasileiro, mesmo que seja contra ex-clube

Foto: Edson Lopes Jr./Terra

O atacante Willian chegou ao Corinthians nesta temporada apenas por ter despontado com a camisa do Figueirense no ano passado. Quis o destino, entretanto, que seu novo clube tivesse oportunidade de ser campeão justamente diante do ex-time, neste domingo. Apesar de grato pelo que alcançou em Florianópolis, ele promete dar o máximo dentro de campo no duelo, até porque hoje seu salário é pago pela equipe paulista.

'Sempre converso com o pessoal de lá, tenho amigos. Mas eu vou é defender meu prato de comida. É daqui que sai o alimento da minha família, então não tenha dúvida de que vou fazer de tudo para vencer', disse o camisa 7, depois do apronto deste sábado, que o confirmou entre os 11 corintianos titulares em Santa Catarina.

Aos 25 anos, o jogador ainda não tem nenhum título como profissional e admite já ter sonhado em erguer o troféu do Campeonato Brasileiro.

'Não tenho nem noção quanto pesa um troféu. A única coisa que eu comemorei foi o acesso para a primeira divisão, então não teve troféu', sorriu o atacante.

'Caso isso (título) venha a acontecer, será um dos dias mais felizes da minha vida', completou.

Longe de ter o principal salário do elenco, Willian é um dos atletas mais requisitados por Tite durante a temporada. No Campeonato Paulista, ele era considerado talismã por entrar na etapa final dos jogos, substituindo Dentinho e tendo atuações decisivas, principalmente com gols. Após a venda do antigo titular para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, ele se firmou na ponta direita do esquema tático 4-2-3-1 do treinador, que o elogia, mas lembra que há margem para evoluir.

'Tem gente que esquece. Menos de um ano atrás, o Willian estava no Figueirense. Deu um salto, é outro grau de exigência no Corinthians. Ele ainda vai adquirir um pouquinho mais de maturidade inclusive para dosar sua intensidade nos jogos. Ele é muito intenso. Tem certos momentos que peço a ele para segurar um pouco, porque depois ele acaba apresentando uma queda física, que é natural. Mas ele vai ter esse tempo de maturidade', já avaliou o comandante do Corinthians.

Para ser campeão antecipadamente no domingo, na capital catarinense, o time paulista tem que vencer o Figueirense e contar com empate ou derrota do Vasco no clássico com o Fluminense, no Engenhão. As duas partidas ocorrerão simultaneamente, a partir das 17 horas (de Brasília).

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Meia atuou nas categorias de base do Corinthians por três anos

    Cinco anos depois, Corinthians recebe parte da venda de Lucas Moura por ser clube formador

    ver detalhes
  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Rodriguinho permaneceu no campo do El Cilindro por apenas dois minutos

    Atuação 'relâmpago' de Rodriguinho revolta torcida do Corinthians nas redes sociais; veja tuítes

    ver detalhes
  • Zagueiro Carlos durante partida contra a Seleção Brasileira Sub-17

    Em jogo-treino no CT, Sub-20 do Corinthians perde para Seleção Brasileira Sub-17

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes