Para defender 'prato de comida', corintiano esquece passado rival

Para defender 'prato de comida', corintiano esquece passado rival

Por Meu Timão

220 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Willian sonha com conquita do Brasileiro, mesmo que seja contra ex-clube

Willian sonha com conquita do Brasileiro, mesmo que seja contra ex-clube

Edson Lopes Jr./Terra

O atacante Willian chegou ao Corinthians nesta temporada apenas por ter despontado com a camisa do Figueirense no ano passado. Quis o destino, entretanto, que seu novo clube tivesse oportunidade de ser campeão justamente diante do ex-time, neste domingo. Apesar de grato pelo que alcançou em Florianópolis, ele promete dar o máximo dentro de campo no duelo, até porque hoje seu salário é pago pela equipe paulista.

'Sempre converso com o pessoal de lá, tenho amigos. Mas eu vou é defender meu prato de comida. É daqui que sai o alimento da minha família, então não tenha dúvida de que vou fazer de tudo para vencer', disse o camisa 7, depois do apronto deste sábado, que o confirmou entre os 11 corintianos titulares em Santa Catarina.

Aos 25 anos, o jogador ainda não tem nenhum título como profissional e admite já ter sonhado em erguer o troféu do Campeonato Brasileiro.

'Não tenho nem noção quanto pesa um troféu. A única coisa que eu comemorei foi o acesso para a primeira divisão, então não teve troféu', sorriu o atacante.

'Caso isso (título) venha a acontecer, será um dos dias mais felizes da minha vida', completou.

Longe de ter o principal salário do elenco, Willian é um dos atletas mais requisitados por Tite durante a temporada. No Campeonato Paulista, ele era considerado talismã por entrar na etapa final dos jogos, substituindo Dentinho e tendo atuações decisivas, principalmente com gols. Após a venda do antigo titular para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, ele se firmou na ponta direita do esquema tático 4-2-3-1 do treinador, que o elogia, mas lembra que há margem para evoluir.

'Tem gente que esquece. Menos de um ano atrás, o Willian estava no Figueirense. Deu um salto, é outro grau de exigência no Corinthians. Ele ainda vai adquirir um pouquinho mais de maturidade inclusive para dosar sua intensidade nos jogos. Ele é muito intenso. Tem certos momentos que peço a ele para segurar um pouco, porque depois ele acaba apresentando uma queda física, que é natural. Mas ele vai ter esse tempo de maturidade', já avaliou o comandante do Corinthians.

Para ser campeão antecipadamente no domingo, na capital catarinense, o time paulista tem que vencer o Figueirense e contar com empate ou derrota do Vasco no clássico com o Fluminense, no Engenhão. As duas partidas ocorrerão simultaneamente, a partir das 17 horas (de Brasília).

Fonte: Terra

Veja Mais:

  • Tem clássico! Timão e São Paulo decidem na terça vaga à semifinal da Copa RS

    Corinthians faz clássico contra São Paulo nas quartas da Copa RS

    ver detalhes
  • Rosenberg chamou Leila Pereira de 'imperadora' do Palmeiras e ironizou Allianz: 'Pneu deitado'

    Diretor do Corinthians ironiza Palmeiras e diz que 'Fiel não aceitaria imperadora'

    ver detalhes
  • Corinthians e Internacional se enfrentaram pela liderança do Grupo B da Copa RS

    Corinthians vai bem, mas cede empate para Internacional e deixa escapar liderança na Copa RS

    ver detalhes
  • 'Não sei por que fazem tanto romance em torno disso', declarou Rosenberg sobre dívida pela Arena

    Rosenberg atualiza dívida do Corinthians pela Arena: 'Na pior das hipóteses, deve R$ 650 milhões'

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes