Corinthians se apressa para fechar com reforços

Corinthians se apressa para fechar com reforços

Sem tempo de descanso. A diretoria corintiana, na primeira semana após a conquista do Brasileirão, acelera as negociações para contratar jogadores que se encaixem no perfil para a disputa da Libertadores. Ainda sem a confirmação do contrato de Tite - pequenos detalhes ainda impedem o vínculo, que deve ser selado em breve -, os cartolas acreditam que conseguirão dar um bom presente de Natal ao torcedor com a confirmação de um nome de peso para o torneio sul-americano. Montillo, do Cruzeiro, é o principal alvo do Timão.

'Vamos ver se conseguimos esse presente de Natal. Nós não precisamos de tanta gente para nosso grupo, temos que qualificar e não quantificar. E esse tipo de contratação é mais difícil. Vamos com calma para trazer essa contratação ótima. Temos que fazer a coisa bem feita', destacou o gerente de futebol do clube, Edu Gaspar. 'Estamos com reuniões a todo momento. Vamos ver', complementou o diretor adjunto de futebol, Duílio Monteiro Alves.

Na pauta corintiana, o nome de Montillo, do Cruzeiro, é o primeiro. Ciente que não encontrará um caminho fácil pela frente para trazer o craque argentino, a diretoria garante que não entrará em leilão pelo atleta. Assim como o Timão, o São Paulo também está interessado no futebol do meia, além de clubes dos Emirados Árabes. Se antecipando a qualquer tipo de investida, os cartolas cruzeirenses adiantaram que por menos de 15 milhões (R$ 36 milhões) de euros não venderão o jogador. 'Não temos novidades sobre o Montillo e não nos posicionaremos por enquanto', garantiu Gaspar.

Um dos maiores empecilhos do Timão na tentativa de comprar o ‘presente de Natal’ para a torcida é ocasionada pela ‘inflação Tevez’. Como os cartolas chegaram a confirmar que têm condições de pagar 40 milhões de euros (R$ 96 milhões) para repatriar o argentino, os clubes procurados que detém jogadores que interessam ao clube de Parque São Jorge pedem valores altos por saberem que o Timão tem dinheiro no caixa. Um dos exemplos é o caso do volante Guilherme, da Portuguesa. O clube do Canindé pede mais de R$ 10 milhões para liberar o jogador.

Nas tratativas para reforçar o elenco, Edu Gaspar, por meio de suas amizades no futebol europeu, da época de jogador, tenta encontrar soluções mais baratas e até mesmo de atletas sem contrato.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Jô passou em branco nesta noite de quinta, diante do Grêmio

    Corinthians não cria, apenas empata com Grêmio na Arena, mas mantém vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Kazim discutiu com torcedor do Corinthians durante aquecimento

    Kazim discute com torcedor na Arena Corinthians durante duelo contra Grêmio

    ver detalhes
  • Pablo usou suas redes sociais para soltar comunicado sobre seu desempenho no Corinthians

    Pablo desabafa em rede social sobre desempenho no Corinthians e afirma: 'Ninguém vai tirar meu foco'

    ver detalhes
  • Alessandro explicou que avaliação de Carille e comissão vai decidir futuro de Romão

    Alessandro elogia lateral emprestado pelo Corinthians, mas não garante utilização em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes