Crise financeira do Guarani afasta acordo com Eduardo Ramos, do Corinthians

Crise financeira do Guarani afasta acordo com Eduardo Ramos, do Corinthians

497 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Kaká longe do Brinco

Kaká longe do Brinco

Apesar das especulações, o meia Eduardo Ramos deve ser a próxima tentativa frustrada do Guarani em contratar um reforço. O jogador foi um dos destaques do Náutico na campanha do acesso no Campeonato Brasileiro da Série B. Apesar disso, o Timbu praticamente descartou a renovação de seu contrato por conta do alto salário pedido: R$ 120 mil mensais.


Conhecido como Kaká do Cerrado, o meio-campista tem contrato com o Corinthians até dezembro de 2012. Apesar disso, ele não faz parte dos planos de Tite e será colocado à disposição do mercado novamente. A prioridade é do Náutico, mas o alto salário e a exigência de compra do Timão inviabilizaram o negócio.

'O jogador, neste momento, deixou de interessar ao Náutico. O Corinthians não tem o interrese em emprestá-lo, apenas em vendê-lo e o valor pedido está fora da realidade do clube. Então, nos retiramos da negociação. O que não quer dizer que ele, futuramente, não poderá voltar a interessar', afirmou o gerente de futebol alvirrubro, Carlos Kila.

Com o Náutico fora da briga, chegou-se a especular que o Guarani poderia negociar a vinda de Eduardo Ramos. No entanto, os salários e o interesse do Timão em vender o meia afastam essa hipótese.

Não bastasse isso, ainda há o Vitória na briga. A imprensa baiana noticiou que o pai do jogador, Antônio Martins, recebeu um contato do diretor executivo do Leão, Newton Drummond. Segundo o cartola, caso o Corinthians não empreste o atleta, o clube baiano estaria amparado por um investidor que pagaria a multa rescisória de R$ 1,2 milhão.

Falta de dinheiro atrapalha
Nesta quinta-feira, o Portal FI já havia anunciado outros dois jogadores que se recusaram a se transferir ao Guarani. O diretor de futebol Cláudio Corrente recebeu uma lista de jogadores que não serão utilizados pelo Corinthians e ligou para diretores do clube paulista pedindo a liberação.

Os jogadores sugeridos foram o zagueiro Diego Sacoman, o volante Moradei e o atacante Otacílio Neto, mas nenhum jogador quer vestir a camisa do Guarani, pois ?sabem que correm o risco de não receberem salários?. Corrente ainda garantiu aos dirigentes corintianos que o estádio Brinco de Ouro está vendido e que haverá dinheiro, mas ninguém acredita.

Além da dificuldade em contratar, dos 28 jogadores que encerraram a Série B apenas quarto têm presença confirmada para 2012: o goleiro reserva Léo, o lateral-direito Bruno Peres e os zagueiros Éwerton Páscoa e Neto. O outro goleiro reserva, Juliano, que também estaria nos planos, deve ir para o CRB-AL.

Outros jogadores que fazem parte dos planos do técnico Vadão já deixaram claro que só continuarão caso o clube pague os cinco meses de salários atrasados. São os casos do goleiro Emerson e dos atacantes Fabinho e Denilson, que também possuem propostas de outros clubes.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Carille, alvo de interesse de Al-Hilal, afirmou que a imprensa 'mente demais'

    Associação de jornalistas de São Paulo emite nota de repúdio por declarações de Carille

    ver detalhes
  • Corinthians de Maycon, Júnior DUtra & cia. está na terceira posição no Brasileirão

    Sexta rodada acaba, e Corinthians segue 'nas cabeças' do Brasileirão; veja classificação

    ver detalhes
  • Sheik deve renovar até o final da temporada

    Diretoria liga alerta para cinco atletas com contratos no fim; Sheik acerta acordo por renovação

    ver detalhes
  • Ralf trabalhou ao lado de auxiliar da preparação física do Corinthians

    Ralf vai a campo pela primeira vez após cirurgia

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes