Sem receber no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho pode parar no Corinthians

Sem receber no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho pode parar no Corinthians

O jornalista Fábio Azevedo, da 'ESPN', divulgou em seu Twitter (@fazevedoespn), na noite desta sexta-feira, que Assis, irmão e empresário do atacante Ronaldinho Gaúcho, afirmou que se o Flamengo não acertar com a Traffic o pagamento dos salários da estrela até segunda-feira, Ronaldinho deixará o Flamengo. E, segundo o agente do jogador, o destino mais provável é o Corinthians.

De acordo com Azevedo, Assis afirmou que se o Flamengo não se acertar com a empresa até segunda-feira, Ronaldinho irá embora do Flamengo. O Corinthians tem interesse em contratar o jogador e, inclusive, já teria procurado Assis para tratar de uma eventual negociação com o Dentuço. Assis concedeu uma entrevista à Rádio Globo na noite desta sexta-feira, confirmando que a situação de Ronaldinho Gaúcho no Flamengo não é nada cômoda.

Não seria a primeira vez que o Corinthians "passaria a perna" no Flamengo em relação a contratações. No fim de 2008, o clube do Parque São Jorge anunciou a contratação do craque Ronaldo Fenômeno mesmo com o jogador treinando na Gávea.

Sem receber no Flamengo, Ronaldinho Gaúcho pode parar no Corinthians

Fonte: Jornalista Fábio Azevedo - ESPN

Enviado por: Matheus Rodrigues

Veja Mais:

  • Bruno Alves se desligou do Figueirense na Justiça

    Zagueiro anunciado pelo rival foi oferecido antes ao Corinthians

    ver detalhes
  • Vantagem do Timão caiu um ponto em relação à 20ª rodada; equipe tem um jogo a menos

    Confira a distância do Corinthians para os principais concorrentes ao título brasileiro

    ver detalhes
  • Moisés, que deve ser titular contra a Chape, com Pedrinho durante treino no CT

    Liberação de Marciel no Corinthians não deve alterar substituto de Arana em Chapecó

    ver detalhes
  • Corinthians é líder mundial nas redes sociais

    Corinthians é a entidade esportiva com melhor performance nas redes sociais do mundo, diz estudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes