Para recuperar posição, Chicão promete superar parte física com vontade

Para recuperar posição, Chicão promete superar parte física com vontade

70 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Há quatro meses Chicão não disputa duas partidas seguidas como titular do Corinthians. Desde o afastamento por ter abandonado a concentração na véspera do clássico com o São Paulo, em setembro do ano passado, o ex-capitão corintiano só havia enfrentado o América-MG e ficou muitas vezes fora até do banco de reservas. Após voltar ao time contra o Guaratinguetá, na última rodada, o defensor terá enfim a chance de uma sequência contra o Linense, no Pacaembu.

'Eu estou bastante tranquilo. O importante é a oportunidade dada pelo Tite. Eu não abaixei a cabeça quando saí do time, procurei trabalhar para estar sempre pronto. Agora é mostrar meu futebol e reconquistar meu espaço', afirmou o zagueiro ao MARCA BRASIL.

O retorno ao time titular ocorreu apenas porque Paulo André sentiu o ritmo da pré-temporada. E o camisa 14 seguirá sendo o titular quando superar o problema. O técnico Tite já avisou que, a partir do momento em que recuperar a melhor forma física, a vaga voltará ao jogador. Mesmo assim, Chicão quer brigar por seu espaço.

'Para ser sincero, o Tite me conhece bem. Trabalhamos juntos há mais de um ano e pouco. Ele sabe como eu estou e quanto eu posso ajudar. Ele é quem vai decidir, mas vou procurar fazer o meu trabalho para ficar na equipe. Quero conquistar isso', ressaltou o camisa 3.

Mesmo sem estar no auge da forma física, como todo o elenco corintiano, Chicão não procura desculpas.

'Eu acho que a questão física o treinador entende se estiver muito abaixo. Eu estou procurando trabalhar. Claro que é o começo e a tendência é crescer. A parte física tem que superar com vontade', destacou.

Com a chance de ouro nas mãos, ou melhor, nos pés, o zagueiro deu o primeiro passo na sua batalha em grande estilo. Gol sobre o Guaratinguetá e segurança na defesa, no primeiro jogo que o Timão não levou gol na temporada de 2012.

'O gol foi uma consequência do jogo, o mais importante foi mostrar segurança para não tomar gol. O gol acontece, é consequência dos treinos. Foi um gol que vai ficar marcado por eu estar voltando ao time', analisou o zagueiro.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Sidcley marcou o segundo gol do Corinthians (e deu assistência para o primeiro)

    'Sidriguinho' dá show, Corinthians goleia Paraná em Curitiba e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Goleada contra o Paraná isolou Corinthians na liderança do Brasileirão

    Corinthians termina segunda rodada isolado na liderança do Brasileirão; veja classificação

    ver detalhes
  • Clube lançou campanha contra o preconceito com o futebol feminino

    Corinthians Feminino estampa frases machistas na camisa em ação por patrocínios; entenda

    ver detalhes
  • Mulherada do Corinthians venceu mais uma no Paulistão Feminino

    Grazi faz quatro, Corinthians goleia Juventus e segue 100% no Paulista Feminino

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes