'Maestro' Douglas feliz com retorno ao Timão

'Maestro' Douglas feliz com retorno ao Timão

683 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Maestro é alguém que rege a orquestra ou o coro. No futebol, é aquele jogador responsável por organizar o time, ditar o ritmo e distribuir o jogo para os companheiros. Função, assim como na música, destinada aos gênios na arte. Ninguém vira maestro da noite para o dia. Por isso, poucos ostentam a ‘posição’. O meia Douglas, apresentado oficialmente pelo Corinthians, traz nas costas esta responsabilidade.

'Vou ter responsabilidade de qualquer jeito. Eu gosto sim de ser chamado de maestro. É um apelido que pegou e as pessoas me chamam assim. Quero que chamem sim', afirmou o reforço corintiano.

Ainda um pouco acima do peso, Douglas garante ter condições de estrear diante do São Paulo, domingo. Burocraticamente, ele já tem condições, uma vez que sua documentação está regularizada e seu nome já apareceu no BID da CBF. Resta agora, convencer o técnico Tite em dar a ‘batuta’ ao meia no clássico. No coletivo, ele mostrou uma certa dificuldade para se movimentar mas, mesmo assim, deu bons passes e assistência para um gol.

'Fisicamente eu estou bem, já estava treinando desde domingo aqui. Pode atrapalhar o entrosamento, mas isso não tem problema. Vamos esperar a definição do Tite', disse o atleta, que deixou o CT reclamando de cansaço depois do treino.

Caso o treinador escolha o meia para enfrentar o rival, Douglas garante que não terá problema de jogar ao lado de Danilo ou Alex, ou quem sabe ser o único homem de meio tendo três atacantes à frente. 'As duas opções são boas. Não vejo problema em jogar dois canhotos no meio. As vezes jogam dois destros e não tem problema. Mas o Tite que decide'.

Em sua segunda passagem pelo Timão, Douglas sabe que volta com mais status e a cobrança será maior. Vendo exemplos de outros ídolos que voltaram recentemente aos seus clubes e não tiveram sucesso, como Valdivia e Kleber no Palmeiras, o corintiano demonstra confiança e avisa que continua o mesmo jogador de sempre.

'O meu maior desafio é poder mostrar tudo aquilo que mostrei na primeira passagem, a expectativa é grande. Quero ganhar títulos novamente. Eu estou tranquilo, vou procurar ajudar da melhor forma. Meu estilo não mudou nada, tenho certeza que vou me dar bem', afirmou confiante no sucesso.

E o desejo de repetir a primeira passagem se deve ao fato de ter deixado o clube em um bom momento, mas ficou de fora da Libertadores por ter sido negociado. 'Me precipitei em ter saído. Foi uma burrice, vinha em um momento bom, já preparando para uma Libertadores. Me arrependi muito. Esperei muito por esse momento', frisou o meia, que agora pensa em ficar até o fim da carreira no Timão. 'Acho difícil sair daqui agora', decretou.

O meia assinou contrato de três anos como Corinthians e receberá R$ 300 mil de salário. A contratação custou R$ 3 milhões aos cofres alvinegros e chega como principal reforço.

Reportagem André Pires e Felipe Piccoli

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Carille, alvo de interesse de Al-Hilal, afirmou que a imprensa 'mente demais'

    Associação de jornalistas de São Paulo emite nota de repúdio por declarações de Carille

    ver detalhes
  • Corinthians de Maycon, Júnior DUtra & cia. está na terceira posição no Brasileirão

    Sexta rodada acaba, e Corinthians segue 'nas cabeças' do Brasileirão; veja classificação

    ver detalhes
  • Sheik deve renovar até o final da temporada

    Diretoria liga alerta para cinco atletas com contratos no fim; Sheik acerta acordo por renovação

    ver detalhes
  • Ralf trabalhou ao lado de auxiliar da preparação física do Corinthians

    Ralf vai a campo pela primeira vez após cirurgia

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes