Tite chega a 70 vitórias no Corinthians e 44 delas foram por um gol

Tite chega a 70 vitórias no Corinthians e 44 delas foram por um gol

O técnico Tite comandou no último sábado contra o Botafogo-SP sua 70ª vitória no comando do Corinthians. Entre 2004 e 2005, na sua primeira passagem, e agora, desde outubro de 2010, Tite comandou a equipe em 135 jogos com 38 empates e 27 derrotas. O mais curioso nos números do técnico no clube, são as vitórias magras, marca do time neste início de 2012 (seis das oito vitórias no Paulistão foram por um gol).

Das 70 vitórias de Tite, 44 foram pela margem mínima. Ou seja, 62% dos triunfos foram 'apertados'. Na sua primeira passagem, Tite comandou a equipe em 51 Jogos e em 15 das 24 vitórias, a diferença foi mínima. Em 2004, depois de assumir a equipe na zona de rebaixamento, na rodada seguinte a uma derrota por 5 a 0 para o Atlético-PR, Tite construiu um time coeso, que com vitórias magras se recuperou e terminou o Brasileirão daquele ano na quinta colocação. O aproveitamento de Tite no Corinthians é de 61,2%.

Nesta segunda passagem, Tite já comandou 46 vitórias do Corinthians e 28 foram pela margem mínima. Na conquista do Brasileirão, 17 dos 21 triunfos foram por um gol de diferença. Tite argumenta que o equilíbrio entre as equipes do Brasileirão explica este número. Neste Paulistão, porém, com uma disparidade maior entre as equipes, o Corinthians venceu seis dos oito jogos por um gol. Foram duas 'goleadas' por 2 a 0. Desta forma, o time tem apenas 13 gols marcados e é dono do pior ataque entre os oito melhores times do torneio que se classificariam para a próxima fase

Se as vitórias com Tite no Corinthians não são sinônimo de muitos gols, o técnico tem como mérito a construção de uma equipe sólida, que é vazada poucas vezes. Foi assim ao longo da suas passagens pelo clube. Das 27 derrotas, 19 foram por um gol de diferença. Invicto em jogos oficiais em 2012, o time sofreu apenas três gols em 10 jogos do Paulistão.

Um detalhe: em apenas seis dos 135 jogos do treinador no Corinthians a equipe sofreu três gols numa partida. Após um destes jogos, no Brasileirão do ano passado, na derrota por 3 a 2 para o Avaí, o treinador se irritou e disse ser inadmíssivel sofrer três gols num jogo. 'Não pode tomar três gols de ninguém. Nem do Avaí, nem do Real Madrid'.

As informações são do repórter Bruno Winckler, do IG

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes