Policia admite incompetência ao ver morte de palmeirense antes de clássico

Policia admite incompetência ao ver morte de palmeirense antes de clássico

295 visualizações 1 comentário Comunicar erro

Policia admite incompetência ao ver morte de palmeirense antes de clássico

Policia admite incompetência ao ver morte de palmeirense antes de clássico

' Depois do ?quebra-quebra? que aconteceu na tarde do último domingo, na avenida Inajar de Souza, entre torcedores de Palmeiras e Corinthians, e que tirou a vida de um torcedor alviverde, o cabo da Polícia Militar (PM), Adriano Lapomo, admitiu em entrevista à Rede Globo que seus homens não estavam preparados para reagir à confusão armada no local.


Segundo o integrante da corporação, eram mais de 500 torcedores para policiais dentro de apenas duas viaturas. Depois de tentar separar a briga com balas de borracha e bombas de efeito moral, a PM se viu encurrala entre as duas torcidas e procurou não reagir e apenas assistir às cenas deste triste episódio antes do jogo no Estádio do Pacaembu.

?Eles começaram a se aproximar, a PM ficou no meio das duas torcidas, mas teve uma hora em que a integridade física da gente ficou comprometida e não houve aproximação. Eles estavam usando fogos de artifícios, bombas. E a policia não teve outra saída a não ser recuar e, infelizmente, praticamente assistiu ao conflito?, disse Adriano à emissora carioca.

Após a briga, que culminou na morte de André Alves, 21 anos, a Polícia Militar recolheu diversas barras de ferro, pedaços de madeira e fogos de artifício no local. Os responsáveis pela segurança averiguaram imagens e procurarão na internet se o encontro das torcidas havia sido planejado na web.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Timão vai iniciar trajetória no Brasileirão Feminino em plena Arena Corinthians

    Mulherada na Arena, Copa do Brasil e decisões na base: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes
  • Sidcley foi destaque do Corinthians na vitória sobre o Paraná

    Sidcley desbancou muita gente e se tornou exceção contratual para brilhar no Corinthians

    ver detalhes
  • Goleada contra o Paraná isolou Corinthians na liderança do Brasileirão

    Corinthians termina segunda rodada isolado na liderança do Brasileirão; veja classificação

    ver detalhes
  • Sidcley marcou o segundo gol do Corinthians (e deu assistência para o primeiro)

    'Sidriguinho' dá show, Corinthians goleia Paraná em Curitiba e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Rina

    Ranking: 329º

    Rina 1942 comentários

    1º. por @rinatimao

    Infelismente essa é a continuacao do que fizeram com o corinthiano morto e jogado no rio quando pegaram em mais de cem pessoas três pessoas...SOU CONTRARIO A ISSO E ACHO QUE DIZER QUE não PODERIA SER EVITADO É MUITO POUCO...TALVEZ não A POLICIA MILITAR MAS A POLICIA CIVIL TEM DE INVESTIGAR ESSES CONFRONTOS QUE são ON LINE E PORTANTO SEMPRE DEIXAM RASTROS...PAZ E FIM DA INTOLERANCIA NO FUTEBOL...NENHUM TIME JOGA SEM adversários então É PRECISO QUE SE TENHA UMA CULTURA DE TOLERQANCIA E DE DESPORTISMO QUE É O VERDADEIRO MOTIVO DO ESPORTE...PAZ