China se rende à República Popular do Corinthians

China se rende à República Popular do Corinthians

A República Popular do Corinthians está expandindo as suas fronteiras. A cada dia, a Nação formada por mais de 30 milhões de loucos extrapola barreiras e conquista novos adeptos por todo o mundo. Um exemplo deste fenômeno de crescimento é a jovem Yan Helen. Com apenas 19 anos, a estudante é apaixonada pelo Timão. Fato comum se ela tivesse nascido ou ao menos passado algum tempo de sua vida no Brasil. Mas a chinesa, que nasceu e sempre viveu em Pequim, é mais uma integrante do bando.

Saiba um pouco mais sobre a paixão de Yan Helen - e de milhares de outros chineses - pelo Corinthians, no bate papo especial feito com a jovem torcedora do Timão:

Quando e como você começou a torcer pelo Corinthians?
Sou corinthiana desde os 15 anos de idade. A minha paixão pelo Corinthians começou ao ver notícias do Corinthians e da linda torcida na TV e na internet.

Você assiste aos jogos do Corinthians na China?
Quando o grande fuso horário entre Brasil e China permite, eu vejo todos os jogos do Corinthians que posso. Sempre assisto pelos sites esportivos.

Você conhece muitos corinthianos na China?
Conheço muitos corinthianos aqui. Estabelecemos contato pelas redes sociais e também em alguns encontros que realizamos com os fãs clubes. Os encontros são sempre muito divertidos e costumam reunir muita gente.

Fonte: http://www.corinthians.com.br

Enviado por: Allan

Veja Mais:

  • Dentinho publicou fotos de 'poker alvinegro' nesta quarta-feira

    Dentinho publica fotos de 'poker alvinegro' com ex-goleiro do Corinthians e mesa personalizada

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez vai concorrer à presidência do Corinthians pela segunda vez

    Andrés Sanchez pode perder foro privilegiado se cumprir promessa de campanha no Corinthians

    ver detalhes
  • Lucca jogou emprestado à Ponte Preta em 2017

    Proposta curiosa do Cruzeiro pode colocar atacante do Corinthians no São Paulo; entenda

    ver detalhes
  • Rodriguinho está na mira dos chineses

    Chineses intensificam sondagens, e Rodriguinho pode deixar Corinthians no início de 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes