Corinthians enfrenta rótulo de “playboy” para popularizar o polo

Corinthians enfrenta rótulo de “playboy” para popularizar o polo

"E ainda falam que o nosso esporte é de playboy”, resmungou Felipe Rodrigues, do alto de seu cavalo, às vésperas das primeiras apresentações do recém-formado time de polo do Corinthians. Como um jogador de futebol que encanta a torcida ao dar um carrinho para evitar uma saída de bola ou mancha o uniforme de sangue e continua em campo, ele havia contrariado as recomendações de médicos e amigos naquela manhã. Decidiu voltar a montar duas semanas depois de fraturar quatro costelas, consequência de um choque com uma árvore durante treinamento de sua equipe.
Para não cair do cavalo também no projeto que acaba de lançar, Felipe conta justamente com a garra que caracteriza a maioria dos ídolos do Corinthians. Ele tem 29 anos, é empresário do ramo imobiliário e teve a ideia de associar o polo ao “time do povo” para popularizar um esporte geralmente atribuído à elite. “Dizem que só aristocratas bilionários podem jogar. Isso é mentira. Na Argentina, a maior potência do polo, não é assim que funciona. Com o Corinthians, poderemos acabar com esse rótulo no Brasil e ainda deixar um legado para as próximas gerações de jogadores”, discursou.

Corinthians enfrenta rótulo de “playboy” para popularizar o polo

Fonte: Gazeta Esportiva

Enviado por: Matheus

Veja Mais:

  • Paulo Garcia lança chapa com Flávio Adauto (direita) e Emerson Piovesan (esquerda)

    Clube-empresa, veto ao irmão Fernando e 'anti-Crefisa': Paulo Garcia lança chapa no Corinthians

    ver detalhes
  • Tréllez foi autor do gol da Vitória sobre o Corinthians na Arena no Brasileirão-2017

    Diretoria do Vitória tem reunião para discutir transferência de Tréllez ao Corinthians

    ver detalhes
  • Adauto (ao centro) classificou Corinthians como 'melhor vitrine do futebol brasileiro'

    Ex-Corinthians, Adauto defende Alessandro e minimiza falta de poder financeiro: 'Melhor vitrine'

    ver detalhes
  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes