Campanha por Andrés faz Corinthians viver turbulência eleitoral fora de época

Campanha por Andrés faz Corinthians viver turbulência eleitoral fora de época

O movimento pela volta de Andrés Sanchez à presidência do Corinthians transformou o Parque São Jorge num caldeirão eleitoral fora de época. A ebulição política valoriza o passe dos opositores. O apoio deles é vorazmente disputado pelas alas que se dividiram no grupo responsável por colocar Mário Gobbi na presidência.

Os mais ligados a Andrés do que a Gobbi querem mudar o estatuto para permitir que o ex-presidente seja candidato na próxima eleição, no final de 2014. Pelas regras atuais, ele tem que ficar fora de duas votações antes de poder tentar voltar. Já se aisemtpi de uma.

André Luiz de Oliveira, ex-diretor administrativo, lidera o pedido de mudança.

Uma votação no Conselho Deliberativo deve decidir a questão. A divisão entre os situacionistas torna a disputa equilibrada. Por isso, os dois lados esqueceram as históricas divergências políticas e passaram a assediar a oposição em busca de apoio.

“Essa briga não é nossa, não queremos falar nada agora. Vamos fazer uma reunião na próxima semana pensando no que é melhor para o Corinthians, sem pensar se é bom para esse ou aquele”, disse ao blog Fran Papaiordanou, um dos líderes da oposição. Ele faz parte do grupo de Paulo Garcia, derrotado na última eleição alvinegra.

O aumento da temperatura no Parque foi provocado por declarações de Andrés. Sem cargo no futebol desde sua demissão na CBF, ele disse ser contrário a alterar o estatuto. Mas aceitará se a decisão da maioria for mudar as regras para permitir sua volta.

Esse cenário traz uma inesperada turbulência para o clube, que está no paraíso desde a conquista do Mundial. A tarefa do presidente agora é blindar o futebol do tiroteio político. Em tempos de guerra, qualquer deslize no comando da equipe ou tropeço em campo vira munição pesada.

Fonte: Blog do Perrone - Uol

Veja Mais:

  • Final da Flórida Cup 2017, único revés em mata-mata para o Corinthians no Século 21

    Após seis triunfos, Timão perde primeiro mata-mata para o São Paulo no Século 21

    ver detalhes
  • Não agradou - Titular no Majestoso, Guilherme teve atuação discreta na decisão da Florida Cup

    Meia do Corinthians tem nota próxima do zero após empate

    ver detalhes
  • Timão disputou primeiro clássico de 2017 na noite deste sábado

    Clássico termina empatado e Corinthians perde título para rival nos pênaltis

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel foi chutado por Bruno

    Marquinhos Gabriel leva chute na cabeça; árbitro ignora, mas expulsa Kazim e Maicon

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes