Cigano revela problema nos rins após UFC 155: 'A minha urina saiu toda preta'

Cigano revela problema nos rins após UFC 155: 'A minha urina saiu toda preta'

Júnior Cigano teve um desempenho abaixo do esperado no UFC 155, quando foi amplamente dominado por Cain Velasquez e perdeu o título dos pesos pesados da organização. Porém, o brasileiro, que já havia dito que estava com problemas emocionais antes do combate, afirmou que o excesso de treino o fizeram ficar doente e com problemas nos rins após o embate realizado no último dia 29 de dezembro.

"Tive um problema nos rins. O médico falou que eu passei da linha, que treinei demais e o meu corpo estava sobrecarregado. Ele falou que poderia ter acontecido antes da luta, que foi sorte ter ocorrido depois. A minha urina saiu toda preta. Ele falou que estava queimando meus músculos ali, que eu estava perdendo músculo com aquilo. Ultrapassei muito a linha, o que fez subir meu nível de creatina, o que tirou um pouco da minha atenção", afirmou Cigano, em entrevista à revista Veja.

O brasileiro falou ainda sobre as dificuldades que encontrou no combate, que foi difícil assistir ao vídeo da luta e explicou por que ficou com a guarda baixa em toda a disputa. "Revi a luta várias vezes. É uma coisa que não foi legal assistir. Não pela performance do Velasquez, acho que ele fez muito bem o trabalho, mas pela minha. Enquanto assistia, via as coisas e não entendia por que não respondia", disse o ex-campeão, que falou sobre sua estrategia na luta. "Na verdade eu esperei demais, entrei na dança do Velasquez, no jogo dele, e só me defendia e não atacava. A minha principal força são os ataques. Nessa luta, eu só andava para trás e me defendia, como se não estivesse pensando. E assim foi se repetindo por todos os rounds. Foi como se eu não tivesse entrado na luta de cabeça. Foi realmente frustrante eu ver as coisas acontecendo e não reagir a elas".

Fonte: Gaz

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes