Acordo com investidores pode reduzir preço de Dedé para 3 milhões de euros

Acordo com investidores pode reduzir preço de Dedé para 3 milhões de euros

Gente que atua nas negociações envolvendo Dedé acredita numa considerável redução no preço do zagueiro. Isso por ter a informação de que os empresários donos de 55% dos direitos econômicos do jogador estão dispostos a manter suas participações. Nesse caso, o comprador precisa adquirir apenas os 45% do Vasco.

Se isso acontecer, o preço diminui de 7 milhões de euros para 3,15 milhões de euros correspondentes à parte vascaína, pelo menos em tese. Como tem o poder de assinar a transferência, a diretoria do time do Rio pode exigir o pagamento da multa integral e discutir na Justiça o repasse aos parceiros.

A situação é parecida com a vivida pelo Santos na transferência de Ganso. O clube alvinegro começou exigindo o valor da multa integral, mas depois aceitou receber do São Paulo apenas a sua parte.

Fonte: uol

Veja Mais:

  • Parte da dívida é relativa a venda de Felipe ao Porto

    Corinthians tem cerca de R$ 10 milhões a receber de clubes brasileiros e europeus

    ver detalhes
  • Romarinho não esconde a relação de carinho que ainda mantém com o Corinthians

    Com veto a rival, Romarinho admite saudade do Brasil e fala em retorno 'em dois anos' ao Corinthians

    ver detalhes
  • Juninho Capixaba foi um dos destaques do Bahia na temporada.

    Corinthians rejeita ceder três jogadores pedidos pelo Bahia em negociação por lateral

    ver detalhes
  • Romero foi imprescindível ao Corinthians na conquista do Paulistão e do Brasileiro em 2017

    Luan volta a exaltar Romero e relaciona venda de Arana ao paraguaio: 'Pode colocar na conta dele'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes