Dinamite ignora interesse corintiano e diz que Dedé não sai por menos de R$ 54 milhões

Dinamite ignora interesse corintiano e diz que Dedé não sai por menos de R$ 54 milhões

Se o Corinthians quiser, de fato, contratar o zagueiro Dedé, do Vasco, terá que investir ainda mais do que pagou ao Milan para ter Alexandre Pato. Durante evento que reuniu dirigentes de 15 clubes na capital paulista, Roberto Dinamite, presidente do clube carioca, desdenhou do interesse corintiano e garantiu que não aceitará "qualquer coisa" pelo jogador.

"Para eu começar a conversar, tem que vir com uma proposta de 20 milhões de euros (R$ 54 milhões). Caso contrário, nem converso. Veja bem, este é o valor para eu começar a negociar", afirmou Dinamite ao UOL Esporte. Questionado sobre o valor da multa rescisória do zagueiro, o dirigente foi enfático mais uma vez. "Não preciso entrar neste mérito, mas para eu pensar, é no mínimo neste valor", completou.

O ex-jogador revelou que já recebeu uma primeira proposta corintiana, mas que não agradou aos interesses do clube e, por isso, foi recusada. "Oficialmente eu soube do interesse e de uma proposta. Na realidade não aceitamos e não queremos (vender o Dedé)", disse.

O UOL Esporte apurou com pessoas ligadas às diretorias que um dos temores de Dinamite em se desfazer de um de seus principais jogadores é a pressão que a torcida e alguns conselheiros poderiam fazer em cima dele, já que o clube perdeu nesta temporada os meias Juninho Pernambucano, Felipe e também o atacante Alecsandro, todos que em determinado momento foram titulares do grupo.

Por conta disso, a diretoria do Corinthians admite que uma negociação com o Vasco é bastante complicada. Edu Gaspar, diretor de futebol do clube, negou que a equipe tenha feito proposta aos cariocas pelo zagueiro, mas não descartou que o documento tenha sido enviado por algum investidor interessado em colocar o zagueiro no atual campeão mundial, de olho em uma maior visibilidade.

"O Corinthians nunca falou oficialmente no Dedé. Muita gente fala, comenta, investidores, gente de fora, mas nós nunca falamos. Pode ser que investidores tenham feito a proposta. Mas do Corinthians, assinado pelo presidente, não teve nada e eu posso garantir", comentou.

No mesmo evento, um pouco antes, Dinamite havia comentado à reportagem que possui um acordo com investidores para que o Mito, como é conhecido, permaneça em São Januário, e que nenhuma negociação seria feita sem que a vontade do clube prevalecesse. Ele, porém, não garantiu que Dedé ficará no Vasco futuramente. “Hoje o Dedé não sai [risos]”, afirmou, de forma evasiva. “Hoje, não”.

Dedé está ‘fatiado’ entre o Vasco (45%) e um grupo de empresários, que detém os outros 55% dos direitos econômicos do zagueiro. De acordo com o Blog do Perrone, o clube interessado em contar com o zagueiro poderia conseguir o negócio pagando apenas 3 milhões de euros, parte que caberia aos cariocas no negócio. Dinamite, porém, desconhece esta situação. "Isto não existe", falou, taxativo.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes