Gaviões da Fiel vai levar conquistas do Corinthians No desfile do Anhembi

Gaviões da Fiel vai levar conquistas do Corinthians No desfile do Anhembi

540 visualizações 5 comentários Comunicar erro

nspirada pelas conquistas do Corinthians em 2012, a escola de samba Gaviões da Fiel vai levar ao Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, uma propaganda de seu próprio sucesso: vai mostrar as vitórias do time na avenida e a importância da publicidade para conseguir atingir seus objetivos. A Gaviões é a segunda a entrar no Anhembi no sábado, 9 de fevereiro, segundo dia de desfiles do Grupo Especial.

O enredo já diz muito sobre o que o público pode aguardar do desfile da Gaviões: “Ser Fiel é a alma do negócio”. “A base do desfile são as próprias conquistas do Corinthians, pois a maior propaganda que você pode fazer é com as vitórias. O time não é mais um simples clube esportivo, mas sim uma marca mundialmente conhecida, queiram ou não”, conta o carnavalesco Max Lopes.

Lopes faz sua estreia no carnaval de São Paulo com a Gaviões. Sempre trabalhou com a festa no Rio de Janeiro, mas resolveu aceitar o convite da escola neste ano. “A responsabilidade é dupla, pois vai ser meu primeiro carnaval aqui, e também porque fazer a Gaviões não é para qualquer um. Envolve paixão”, comenta.

A complexidade do tema também lhe chamou a atenção. “A escola tinha várias propostas e me apresentaram a da publicidade para ver o que eu achava, e achei interessante. É um desafio para mim e para a própria escola, pois nunca falei sobre isso”, diz.
Os próprios nomes das alegorias do desfile já demonstram como o Corinthians estará no centro da atenção de diversos setores: “Sou gavião”, “Fiel Torcida”, “Fanáticos da Fiel”, “Nação”, entre outros.

Depois, na segunda alegoria, a escola vai buscar nos primórdios da história do Brasil uma base para iniciar a viagem pela história da propaganda. “Vamos falar sobre a Carta de [Pero Vaz de] Caminha, que praticamente vende o Brasil para os europeus, mostrando o quanto era importante obter alguma coisa nessa terra. Mostramos então essa indução da carta com relação ao nosso país, misturado com a nobreza e a simplicidades dos índios, que eram os donos da terra”, diz Lopes.

Seguindo o desfile, a escola vai tratar da história da comunicação radiofônica e visual no país, o que representou um grande passo para a publicidade. Depois, a Gaviões vai tratar da propaganda enganosa de um jeito que considera “brincalhão e jocoso”. “Tiro a sua ruga em três semanas, tenha bunda de silicone, trago seu namorado em três dias com receita de pai de santo... Vamos falar disso tudo isso nas nossas alas e também dos políticos que são lobos em pele de cordeiro. É a parte engraçada do nosso carnaval”, comenta o carnavalesco.

Para encerrar, o desfile vai tratar dos prêmios conquistados pelo país no setor de publicidade e das conquistas do próprio Corinthians. “A propaganda do Brasil é considerada uma das melhores do mundo, então fazemos alusão às várias conquistas desse setor. Também vamos tratar da conquista da Libertadores pelo Corinthians, que está fazendo muita propaganda sobre isso, e da própria Copa do Mundo. Está tudo em um setor só, pois representam as conquistas conseguidas por meio da propaganda”, diz Lopes.


Desfile colorido
Para o carnavalesco, um dos grandes destaques do desfile da Gaviões vai ser a paleta de cores usada. “Vamos ter o preto e o branco, pois já que vamos fazer propaganda do Corintthians, temos que ter o alvi-negro. Mas vai ter o lado do carnaval também, que é muito colorido. Então acho que esse vai ser o grande destaque da escola: o cromatismo”, diz. A única cor proibida, é claro, é o verde pela referência ao Palmeiras. “A escola não gosta. E já tem tanta cor para trabalhar. Eu prefiro o alvi-negro mesmo, pois é mais chique”, brinca Lopes.

Quanto às expectativas, estão tão grandiosas quanto o desfile pretende ser. “Acho que com a popularidade e a força da Gaviões, vamos ter uma grande resposta no carnaval. Estou muito confiante”.

A escola terá 3,8 mil componentes divididos em 25 alas e cinco alegorias. Serão 250 ritmistas, que estarão caracterizados como barões do café. O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira é formado por Bozó e Gisleine. Quatro vezes campeã do Grupo Especial, a Gaviões da Fiel iniciou sua atuação no carnaval em 1976, como um bloco, e passou a integrar desfiles como escola de samba em 1989, ainda no Grupo de Acesso. A escola terminou em sétimo lugar no ano passado.

Fonte: G1

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

    Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes