Nó do Arena Corinthians está na gestão

Nó do Arena Corinthians está na gestão

A Odebrecht nada tem a ver com a demora da liberação do empréstimo do BNDES. O Corinthians é que está pagando, e caro, por manter a posição de não abrir mão da gestão da arena. O Banco do Brasil exige que ela seja feita por uma empresa independente. É essa a questão que está emperrando a liberação do dinheiro do BNDES para a construção do estádio que abrirá a Copa 2014.

O Banco do Brasil não diz abertamente nem para o Corinthians, mas não confia que uma gestão comandada pelo clube irá sempre visar a maximização dos lucros e assim aumentar a segurança de que receberá o dinheiro de volta.

O Corinthians prometeu ao banco que adotará princípios de governança corporativa e ofereceu que o BB escolha não só a empresa que fará a auditoria, como também a que fiscalizará a operação. Ainda não houve acordo. As reuniões acontecem quase semanalmente, mas os avanços são mínimos.

Sem dinheiro do BNDES, que cobra juros de TJLP (um dos índices de inflação usados pelo governo), apenas 0,9% ao ano, o Corinthians está tendo de prorrogar o pagamento dos empréstimos-ponte que fez para adiantar o início da obra (que tem de ficar pronta em dezembro). Prorrogando, pagará cada vez mais de juros.

Se tivesse quitado esses empréstimos em setembro, como estava previsto, esse custo seria de R$ 30 milhões. Se o acordo demorar mais dois meses, o valor pode dobrar.

Troca de guarda
As negociações, que vinham sendo conduzidas pelo vice-presidente do Corinthians Luis Paulo Rosenberg agora estão com o ex-presidente Andrés Sanchez. A troca não mudou a relação com o BB nem com a Odebrecht. A única alteração é que agora o presidente Mario Gobbi acompanha o assunto um pouco mais de perto. Mais inteirado do assunto, Gobbi se sente mais à vontade para opinar.

____________
QUADRO:
Como é a gestão de outras arenas de clubes, com construção ou reforma recente

ARENA PALMEIRAS
Gestora: WTorre
Prazo: 30 anos
Clube: Palmeiras

ARENA TRICOLOR
Gestora: Andrade Gutierrez
Prazo: não definido
Clube: São Paulo

ARENA GRÊMIO
Gestora: OAS Arenas
Prazo: 30 anos
Clube: Grêmio

BEIRA-RIO
Gestora: Andrade Gutierrez
Prazo: 20 anos
Clube: Internacional

____________________________________________

Erro de ex-prefeito Gilberto Kassab atrasa CIDs

Um erro do prefeito Gilberto Kassab atrasa o recebimento das CIDs – títulos municipais de incentivo fiscal – pelo Corinthians. Kassab excluiu do caso o procurador-geral do Município, Celso Augusto Coccaro Filho. O processo passou pelas procuradorias de todas as secretarias envolvidas na questão, mas não a ele. Coccaro, que foi mantido pelo prefeito Fernando Haddad, pediu vistas do processo no final do ano passado, alegando que precisava conhecê-lo a fundo. E já disse pode demorar até algumas semanas para liberá-lo. A liberação condicionada das CIDs foi publicada em 28 de dezembro no Diário Oficial.

______________________________________________

Tire suas dúvidas
(perguntas e respostas)

Quem pagará os juros do empréstimo-ponte?
O Corinthians.

Quem dá as garantias?
Durante a obra, elas são da Odebrecht. Depois, são obrigações do fundo (isto é, do Corinthians).

Se o Corinthians quiser mudar o estádio, quem paga a conta?
No acabamento e apenas ali, o clube tem flexibilidade para aumentar o gasto de um lado se economizar de outro. Mas, se estourar o gasto, deve pagar à parte.

Se algumas mudanças exigidas pela Fifa implicarem encarecimento, quem paga?
O Corinthians, mas isso não ocorreu de forma significativa

Fonte: Lance

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Maycon conta com o aval de Oswaldo de Oliveira para retorno

    Retorno de Maycon minimiza necessidade por contratação de volante no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes