Dedé: Vasco recusa oferta do Timão, mas grupo já prepara nova investida

Dedé: Vasco recusa oferta do Timão, mas grupo já prepara nova investida

Após muitas sondagens e namoro, enfim saiu um rodada de negociação no caso Dedé. O Vasco manteve sua postura de resistência sobre a alta oferta do Corinthians, que, desta vez, foi oficial. Em rápida reunião na tarde desta quarta-feira, a diretoria carioca recusou os € 8 milhões (R$ 21 milhões) e reforçou o interesse em adquirir o restante dos direitos econômicos do zagueiro - hoje, detém apenas 45%. O Timão foi representado pela Liga Participações e Intermediações, dona de 45%. A empresa Ability tem a fatia de 10%. Ambas as partes, a exemplo dos agentes do Mito, são favoráveis à transferência.
O único modo de evitar a saída de seu maior ídolo atual é exercer o direito de compra, já que ele está sob contrato até o fim de 2015, estendido no meio da temporada passada com um aumento salarial embutido. Há uma cláusula que exige a liberação por valores semelhantes a R$ 19 milhões. Para isso, porém, o clube terá de encontrar investidores que o auxiliem, em virtude da grave crise financeira instalada em São Januário. O novo diretor-geral, Cristiano Koehler, está à frente do projeto e é um dos que não abre mão de mantê-lo.
Embora tenha deixado o encontro de mãos abanando, o grupo não vai desistir e já prepara mais uma tentativa para a semana que vem. A solução pode ser permitir que Dedé siga no Vasco até o meio do ano. O Timão, por sua vez, reluta para aceitar este formato, pois ficou relativamente carente na posição ao negociar Wallace com o Flamengo e perdeu Chicão, lesionado, por dois meses. O campeão mundial tem cinco opções - duas formadas na base. O Santos é outro que acompanha a situação, mas, a princípio, não cogita abrir tanto seu cofre.
Inicialmente contrário à ideia de deixar o Cruz-maltino rumo a outra equipe brasileira - já que sua intenção sempre foi atuar num grande centro da Europa - Dedé já estaria pensando de outra maneira, influenciado por seus empresários, que entendem que a fase que vive o Corinthians não deve ser desprezada. O fato de não ter constado na primeira lista da seleção de Luiz Felipe Scolari pode ser outro ponto que contribuiria para agilizar a saída do jogador.
Esse valor não é o do mercado para o Dedé. Não quero ficar com 3 milhões de euros. Para que, se eu posso ganhar 6? O Vasco não admite negociar nesse formato e, assim, pelo menos até julho ele tende a ficar. No meio do ano vai haver a janela da Europa, que é mais forte. Então pode haver uma proposta superior, que vai satisfazer todas as partes - explicou na terça-feira o diretor geral do Vasco, Cristiano Koehler, que será formalmente apresentado na sexta.
Com a cabeça a mil, o zagueiro será o capitão do Vasco pela segunda vez, às 22h desta quarta, contra o Macaé, em São Januário. Na primeira rodada, vitória por 2 a 0 sobre o Boavista.

Fonte: globoesporte

Veja Mais:

  • Marlone foi o destaque do treino desta quinta-feira

    Marlone marca, Caíque ganha chance e Oswaldo volta a ensaiar escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Léo Jabá, marcado por Balbuena a imagem acima, está à disposição de Oswaldo

    Léo Jabá tranquiliza Corinthians após susto e está à disposição para jogo contra Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians tem missão complicada por vaga na Libertadores

    Resultado da Copa do Brasil complica ainda mais situação do Corinthians rumo à Libertadores

    ver detalhes
  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes