Possível interessada em dar nome a Arena Corinthians nega conversa com o Corinthians

Possível interessada em dar nome a Arena Corinthians nega conversa com o Corinthians

7.1 mil visualizações 30 comentários Comunicar erro

A busca de um parceiro para dar nome à Arena Corinthians por parte do Corinthians é algo de conhecimento público há meses. Entretanto, a pedida do clube, entre R$ 400 e R$ 500 milhões, ainda emperra qualquer acerto, apesar do otimismo dos cartolas do Timão de que, até a inauguração, no segundo semestre deste ano, haverá alguma novidade.

Empresas especuladas para adquirir o naming rights, o direito de dar nome ao estádio corintiano, algo comum em outros países, não faltam. Na coluna da jornalista Sônia Racy, do jornal O Estado de São Paulo desta terça-feira (5), a Petrobras foi colocada como uma das candidatas a patrocinar o reduto do Corinthians na zona leste da capital paulista.

Procurada pelo R7, a empresa divulgou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “não possui qualquer ação de patrocínio ligada ao estádio citado”. Nos bastidores, o que especialistas do marketing esportivo são unânimes em comentar é que a pedida corintiana ainda está acima do que o mercado pode e estaria disposto a pagar. A falta de tradição do naming rights no Brasil, associada à resistência de emissoras a falar o nome de patrocinadores, pode resultar em valores bem menores.

– Tenho dúvidas se o Corinthians pode provar, por meio de dados, esse valor que está pedindo pelo naming rights do seu estádio. Acho que eles podem até conseguir um acordo, mas duvido seriamente que será por R$ 400 ou R$ 500 milhões – disse ao R7 uma fonte que está ligada ao marketing esportivo nacional.

Com pouco mais de 62% dos trabalhos concluídos, a Arena Corinthians pode até ter o seu término concluído antes do prazo. Este seria um desejo de vários cartolas do Timão, que gostariam que o primeiro jogo na nova arena fosse disputado em 1º de setembro, aniversário do clube. Entretanto, a conclusão da obra ainda depende que dinheiro proveniente do BNDES, banco ligado ao governo federal, seja liberado, o que ainda não ocorreu.

Fonte: Esportes R7

Veja Mais:

  • Balbuena segue sem estender vínculo com o Corinthians

    Corinthians aciona Vampeta para tentar ajudar na renovação de Balbuena; clube se pronuncia

    ver detalhes
  • Emerson Sheik participou do jogo-treino desta terça após atuar no segundo tempo do dia anterior

    Vital marca em jogo-treino, mas Corinthians faz repeteco e volta a empatar com Red Bull

    ver detalhes
  • Timão recebe o arquirrival Palmeiras na Arena neste sábado

    Torcida garante 33 mil ingressos para primeiro Dérbi de 2018; venda física começa nesta quarta

    ver detalhes
  • Ralf foi apresentado pelo Corinthians no início da tarde desta terça-feira, no CT

    Apresentado, Ralf fala em 'momento de Gabriel', mas avisa: 'Vou buscar meu espaço'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes