Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Do UOL, em São Paulo

O inquérito policial que investiga a morte do torcedor garoto Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, durante o jogo entre San José e Corinthians, quarta-feira, em Oruro, aponta que dois dos 12 torcedores detidos foram os autores do disparo. Segundo o jornal La Patria, de Oruro, o documento da polícia local relata duas pessoas como responsáveis pela morte do jovem boliviano. Os nomes não foram divulgados.

Os outros 10 torcedores que estão presos na Bolívia devem responder à Justiça como 'cúmplices?. Eles foram detidos por portarem sinalizadores semelhantes ao que matou o menino Kevin, de apenas 14 anos.

Na última sexta-feira, o juiz Julio Huarachi aceitou a tese da promotoria e determinou a prisão preventiva dos 12 torcedores do Corinthians. A Justiça boliviana entendeu que os torcedores não devem ser liberados para responder em liberdade, pois há risco de fuga.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Carille pode sofrer desfalques por suspensão na final do estadual

    Com quase um time inteiro pendurado, Carille descarta poupar jogadores na primeira decisão

    ver detalhes
  • Sócios do Fiel Torcedores podem garantir ingressos para jogos do Brasileirão deste ano, na Arena

    Com ingressos a R$ 21, Corinthians lança pacote para o Brasileirão; veja valores

    ver detalhes
  • Torcedor é retirado após insistir em ficar em pé no Setor Oeste

    Vídeo de torcedor sendo retirado pela PM por estar em pé na Arena divide opinião da Fiel; assista

    ver detalhes
  • Fagner em partida contra o São Paulo, pelo Paulistão

    TJD-SP volta atrás sobre julgamento de Fagner, que pode desfalcar Corinthians em decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes