Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

760 visualizações 0 comentários Comunicar erro

Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Dois corintianos são indiciados como responsáveis por disparo que matou torcedor boliviano

Do UOL, em São Paulo

O inquérito policial que investiga a morte do torcedor garoto Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, durante o jogo entre San José e Corinthians, quarta-feira, em Oruro, aponta que dois dos 12 torcedores detidos foram os autores do disparo. Segundo o jornal La Patria, de Oruro, o documento da polícia local relata duas pessoas como responsáveis pela morte do jovem boliviano. Os nomes não foram divulgados.

Os outros 10 torcedores que estão presos na Bolívia devem responder à Justiça como 'cúmplices?. Eles foram detidos por portarem sinalizadores semelhantes ao que matou o menino Kevin, de apenas 14 anos.

Na última sexta-feira, o juiz Julio Huarachi aceitou a tese da promotoria e determinou a prisão preventiva dos 12 torcedores do Corinthians. A Justiça boliviana entendeu que os torcedores não devem ser liberados para responder em liberdade, pois há risco de fuga.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Goleada da Inglaterra inspirou memes de corinthianos

    Torcida do Corinthians usa goleada da Inglaterra para provocar São Paulo nas redes sociais

    ver detalhes
  • Bernard, Marinho e Sánchez são algumas sugestões da Fiel ao Corinthians

    Sete sugestões de contratação da Fiel ao Corinthians para o segundo semestre de 2018

    ver detalhes
  • Fagner deve atuar novamente como titular contra a Sérvia

    Feliz por oportunidade, Fagner se vê pronto para Copa como titular mesmo atuando no Brasil

    ver detalhes
  • Renan Areias (no centro) está no Corinthians desde os seis anos de idade

    Corinthians empresta capitão do Sub-20 para o Red Bull Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes