Policia confirma briga generalizada entre torcedores do Grêmio na saída da Arena

Policia confirma briga generalizada entre torcedores do Grêmio na saída da Arena

Uma briga generalizada envolvendo pelo menos 30 torcedores do Grêmio foi registrada pela Brigada Militar na saída da partida contra o Caracas, na Arena, nessa terça-feira. A confusão ocorreu em frente ao Portão G, na ala sul do estádio, entrada para o local onde foram realocados os torcedores que frequentavam o setor de arquibancadas — interditado devido ao incidente ocorrido na partida contra a LDU, pela primeira fase da Libertadores, dia 30 de janeiro, quando torcedores caíram no fosso após a avalanche comemorativa ao gol marcado por Elano.

Conforme o capitão do Batalhão de Operações Especiais da BM, Fernando Rodrigues Maciel, as brigas ocorreram em série, em meio ao êxodo de outros torcedores, alheios à confusão.

— Separávamos uma, tinha outra. Tinha mais de 30 pessoas envolvidas. Não conseguimos deter ninguém tamanha a desordem, mas dispersamos a briga. Havia mais de mil torcedores no local — declarou Maciel.

A confusão, de acordo com o capitão, nada tem a ver com a quebra de pelo menos 15 cadeiras da Arena durante o jogo. Para Maciel, o problema no interior do estádio não aconteceu devido a brigas, mas sim porque os torcedores pularam em cima dos assentos para torcer.

Fonte: zero hora

Veja Mais:

  • Artilheiro do Brasileirão, Jô pode levar novo gancho do STJD

    Jô e Clayson, do Corinthians, voltam a ser julgados no STJD

    ver detalhes
  • Antonio Roque Citadini é candidato da oposição à presidência do Timão

    Em defesa à Arena, Citadini lembra crime fiscal de Andrés: 'Arrebentou com as finanças'

    ver detalhes
  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Vasconcelos deve ter contrato estendido com o Timão até o fim de 2019

    Corinthians prepara extensão de contrato a artilheiro da Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes