Advogado da Gaviões: 'O que está acontecendo lá é uma aberração jurídica'

Advogado da Gaviões: 'O que está acontecendo lá é uma aberração jurídica'

Em julgamento realizado nesta terça-feira, a justiça boliviana negou o recurso que concederia a liberdade provisória aos 12 torcedores do Corinthians presos em Oruro. Acusados de envolvimento na morte do jovem Kevin Espada, atingido por um sinalizador no dia 20 de fevereiro, durante a partida contra o San José, os corintianos estão em prisão preventiva, que pode durar 6 meses de acordo com as leis da Bolívia.

Em entrevista exclusiva ao Yahoo! Esporte Interativo o advogado da Gaviões da Fiel, Ricardo Cabral, declara que a prisão preventiva é absurda. "Nós buscamos apontar as nulidades na maneira como foi feita a prisão em flagrante. Se a juiza reconhecesse a nulidade, ela relaxaria a prisão em flagrante e, consequentemente, eles iriam responder o processo em liberdade". Cabral alega que a nulidade se deve ao fato dos torcedores terem sido presos uma hora após o disparo do sinalizador.

Para o advogado, também não há nenhuma prova de que os torcedores estejam, de fato, envolvidos no incidente. "Não há nenhum indício de autoria. Eles acreditam que os autores estão no Brasil e, não conformados com a situação, estão mantendo a prisão por mais tempo do que o necessário para dar o exemplo", declara. "O que está acontecendo lá é uma aberração jurídica. Nenhum sistema penal do mundo conduz e mantém a prisão de 12 pessoas desta forma".

Outro ponto defendido por Cabral é de que a confissão do menor brasileiro H.A.M., de 17 anos, ajudará na liberação dos torcedores. "A partir do momento que chegar a confissão, acredito que eles devam ser liberados, levando em conta que nenhum tem participação no caso", afirmou. "Nós vamos tentar abreviar o envio dessa documentação. Acredito que, no máximo em uma semana, ela estará lá".

Fonte: Yahoo

Veja Mais:

  • Jornal O Globo, do Rio de Janeiro, tenta decifrar o Corinthians de Fábio Carille

    Jornal carioca faz 'manual para os antis' e tenta ensinar como vencer o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Marquinhos é aposta de Carille para conquistar vitória na Colômbia

    Corinthians visita Patriotas para encaminhar classificação às oitavas da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Timão e Fluminense medem forças em menos de um mês

    Com jogo indefinido, Corinthians conhece detalhes de mais cinco rodadas do Brasileirão; confira

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes