Corinthians: o campeão voltou

Corinthians: o campeão voltou

Tijuana é um estado mexicano. Mas o seu time tem um estilo todo argentino: bom toque de bola e uma atitude copeira, usando a violência quando acha necessário. Foi contra esse time, de alto nível, que o Corinthians fez tres gols e não sofreu nenhum. Um recado claro: o campeão da Libertadores fará tudo para defender seu título.

A vitória veio através de um lado direito muito forte, com Alessandro, Paulinho e Renato Augusto. Foi com toques e velocidade, com a chegada do lateral, características do futebol brasileiro que saíram os dois primeiros gols, que definiram o jogo.

O Corinthians é muito forte. E soube se reforçar. Em relação ao time campeão da Libertadores, o elenco ganhou Gil, Guerrero, Pato e Renato Augusto.

Tem a melhor dupla de volantes do Brasil, com Ralf marcando muito e Paulinho, com muita força ofensiva.

O time não estava muito bem, mas na hora certa, reagiu. E, se formos pensar no que veio antes, há condições de se desculpar o rendimento frágil:

1) Um empate na altitude. Não é coisa para morrer

2) Vitória em casa, jogando bem, mas sem torcida

3) Derrota fora de casa, para um time de bom nível, jogando em grama sintética.

Os corintianos podem dormir tranquilos: o campeão voltou

Fonte: uol

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes