Folga na Libertadores reabre disputa pelo time titular no Corinthians

Folga na Libertadores reabre disputa pelo time titular no Corinthians

Folga na Libertadores reabre disputa pelo time titular no Corinthians

Folga na Libertadores reabre disputa pelo time titular no Corinthians

Por Gustavo Franceschini
Do UOL, em São Paulo


O Corinthians repetiu sua formação titular nas últimas três rodadas da Libertadores e Tite fechou a primeira série de jogos do torneio em alta. Agora, no entanto, o cansaço deve tirar boa parte das principais estrelas alvinegras dos próximos jogos, reabrindo, com isso, a disputa pelas vagas no time principal.

Atualmente, Tite considera como seu time titular aquele que fez 3 a 0 sobre o Tijuana na última quarta. Cássio, Alessandro, Paulo André, Gil, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Danilo, Renato Augusto, Alexandre Pato e Guerrero enfrentaram o Millonarios no Pacaembu e o Tijuana em duas oportunidades.

Apesar da derrota por 1 a 0 no México, o saldo foi positivo. Na entrevista coletiva após o jogo da última quarta, Tite elegeu as duas vitórias dessa série e o empate por 0 a 0 diante do Santos como as melhores atuações do Corinthians no ano.

Só que nas próximas duas semanas a Libertadores não estará nos planos da comissão técnica. Até o dia 3 de abril, o Corinthians faz cinco jogos seguidos pelo Campeonato Paulista, sendo o último deles o clássico diante do São Paulo. Nesta 'maratona? caseira, vários titulares terão de descansar, abrindo espaços para seus concorrentes diretos.

A posição mais delicada é a de Paulo André. Com uma fratura na mão esquerda, ele ficará de molho por pelo menos duas partidas. Chicão, recuperado após uma artroscopia no joelho, deve assumir seu lugar e deve criar uma dúvida na cabeça de Tite. Quando seu antigo capitão voltou, o treinador admitiu que se não fosse a lesão ele não teria perdido a vaga para Gil, que começou o ano em alta.

Nas duas laterais, Edenilson e Igor terão a chance de mostrar que podem, sim, ocupar os lugares de Alessandro e Fábio Santos, por exemplo. Guilherme e Guilherme Andrade devem ocupar as vagas de Ralf e Paulinho. Se não ameaçam os titulares, podem brigar entre si para, daqui a alguns meses, pleitear uma vaga caso um deles seja negociado.

No setor ofensivo, antigos titulares terão novas chances de convencer Tite. Jorge Henrique e Emerson começaram o ano entre os 11, mas suas lesões, problemas extracampo (no caso de Sheik) e a boa fase de Renato Augusto e Pato custaram caro. Nestes jogos, eles podem novamente tentar impressionar Tite.

Além deles, o treinador ainda analisará melhor Douglas e Romarinho, outros velhos conhecidos da torcida, além de jovens como Léo e Paulo Vitor. Até no gol, onde Cássio é titular absoluto, Julio Cesar e Danilo Fernandes podem ao menos disputar a posição de reserva imediato, que ficou com este último no início do ano.

'Valorizo muito olhar para o banco e ver jogadores que a qualquer momento vão ser titulares, por lesão ou por estarem em um melhor momento. A gente tem sentido na pele a dificuldade no mini coletivo. Os treinos aumentaram muito de qualidade, porque o time de baixo vai ser muito difícil de jogar?, disse Alessandro.

'Pô, deixar Chicão no banco, tirar o Jorge. Acha que é fácil pra mim? E o Douglas? Não é fácil, é muito difícil, fiz esse reconhecimento a eles ontem [terça]. Tem essa busca do técnico, que tem de avaliar', disse Tite na última quarta, após o jogo.

Resta saber agora quando cada um desses suplentes terá sua oportunidade. Nesta sexta, por exemplo, uma avaliação física definirá quais titulares enfrentarão a União Barbarense no próximo sábado. Este deve ser o mesmo critério para todos os jogos em seguida. De todos os titulares, só os lesionados Cássio e Paulo André têm uma folga mais longa já definida.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes