Corinthians se planeja para amistosos internacionais durante a Copa das Confederações

Corinthians se planeja para amistosos internacionais durante a Copa das Confederações


A diretoria do Corinthians está com o calendário quase pronto para o período de recesso da Copa das Confederações. Com alguns convites para amistosos fora do país, o plano é aproveitar para cumprir um dos principais objetivos do clube: a internacionalização.

Até o fim de março, os departamentos de marketing e de futebol devem se reunir para discutir as oportunidades que surgiram e definir qual será o destino do elenco. Até agora, o Timão teve três propostas: da África do Sul, dos Estados Unidos e da China.

Além de ser uma meta interna do Corinthians, o novo contrato firmado com a Nike neste ano prevê um esforço do clube em se tornar cada vez mais conhecido lá fora.

– Um dois mais importantes pontos presentes no contrato é o de internacionalização. A gente tem o compromisso de ampliar a nossa marca no exterior e a Nike tem o compromisso de nos ajudar com isso – explica Ivan Marques, diretor de marketing do Corinthians.

Se a viagem acontecer, ela será paga por patrocinadores, em um modelo ainda não definido. Segundo diretores da Nike, não há exigências determinadas de como esse movimento de internacionalização deve ser feito, ficando, portanto, a critério da diretoria do Timão.

O Corinthians tem regiões prioritárias em seus planos.

– O mercado norte-americano é o foco para nós. E é a origem da Nike. A China, por tudo que já representa e representará. Na Ásia, o Japão também é um mercado atraente, ainda mais depois do que a gente fez lá. Eles ficaram impressionados. Não podemos deixar a vela apagar – afirma Ivan Marques, lembrando os cerca de 30 mil corintianos, no Mundial de Clubes.

De acordo com o gerente de futebol do Corinthians, Edu Gaspar, o calendário foi pensado para conciliar diversas demandas do clube.

– A gente fez o calendário tentando juntar algo importante para o clube, projetos internos, sem prejudicar o planejamento para o futebol. Vamos usar os amistosos para preparar o elenco. Assim, a gente consegue agradar ao marketing e ao departamento de futebol.

Folga, viagem e treinos no CT

O último jogo do Corinthians antes da paralisação dos campeonatos para a Copa das Confederações, que acontece entre 15 e 30 de junho, vai ser no dia 9 de junho, pelo Brasileirão. Depois disso, o Timão volta aos gramados no dia 3 de julho, se chegar às semifinais da Libertadores, ou no dia 7 de julho, pelo campeonato nacional.

Nesse meio tempo, de quase um mês, a diretoria se programou para três momentos: folga, amistosos e treinos. A primeira semana deve ser de descanso para todo o elenco. Depois disso, a segunda semana está nas mãos do departamento de marketing, para os jogos internacionais. Por fim, chegando de viagem, a equipe volta à vida normal e deve retomar os treinos no CT, preparando-se para o recomeço dos campeonatos.

Detalhes da agenda devem ser definidos nos próximos dias pela diretoria do Timão.

Os últimos mistosos

Última vez
O Timão jogou em casa o seu último amistoso internacional. Em janeiro de 2009, o time goleou o Estudiantes (ARG) por 5 a 1, no Pacaembu.

Fora do Brasil
Faz dez anos, no entanto, que o Timão realizou seu último jogo não oficial fora. Em setembro de 2003, com Geninho no comando, o Corinthians perdeu por 1 a 0 do Saturn, na cidade de Ramenskoye, na Rússia. A partida aconteceu durante a pausa para as eliminatórias da Copa de 2006.

Balanço positivo
O clube faturou cerca de R$ 450 mil pelo amistoso em comemoração aos 856 anos de Moscou, capital russa.

Com a palavra

Amir Somoggi
Especialista em marketing esportivo

“Se for só para ir, jogar e voltar, não adianta”

A movimentação dos clubes para realizar amistosos durante a Copa das Confederações demonstra claramente um problema no calendário brasileiro. Se não houvesse o recesso, não teria como isso ser feito. Essa é a indicação clara de que o calendário tem de mudar.

Se for só para ir, jogar e voltar, não adianta nada. Para se internacionalizar vai depender da estratégia global de marketing que a diretoria vai criar. Aproveitar os meses antecedentes dos amistosos será importante.

Com a palavra

Maurício Oliveira
Editor do LANCE!

“Preparação para a semifinal em dez dias?”

Pela programação – ainda não definida – o Corinthians terá apenas dez dias de preparação para o primeiro jogo da semifinal da Libertadores, em 3 de julho. Fazer uma viagem longa, com os principais jogadores (inclua reservas como Sheik, Jorge Henrique, Chicão e Edenilson), é temeroso. Com o risco de lesões e de tirar a concentração do grupo, Tite e sua comissão não devem aceitar perder uma semana em momento tão decisivo. Afinal, não há internacionalização melhor do que disputar o Mundial.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes