Corinthians abre guerra contra o São Paulo

Corinthians abre guerra contra o São Paulo

A relação entre Corinthians e São Paulo, que não é boa há bastante tempo, acaba de ficar péssima até nas categorias de base. E a culpa é da transferência do lateral-esquerdo Bruno, de apenas 14 anos, do Terrão para o CT de Cotia.

“A partir de agora, é guerra. Vamos tirar deles todos os jogadores que pudermos”, promete um dirigente corintiano, revoltado com a “traição” do Tricolor. Existe um documento, assinado pelos times das Séries

A e B na sede da CBF, no qual todos se comprometem a não contratar atletas com menos de 16 anos dos rivais até a regulamentação de uma nova lei, que permite a assinatura de contrato com garotos de até 14 anos.

O representante do São Paulo neste encontro foi René Simões, então diretor geral de futebol. Pois o Tricolor ignorou o pacto e ofereceu R$ 6 mil por mês à família de Bruno.

O Timão gravou a conversa que selou a saída do jogador, na qual fica clara a intenção do pai de Bruno de ganhar mais. Na semana passada, o clube entrou com pedido na Federação Paulista para tentar impedir a inscrição do jogador no Tricolor. Mas nem o Corinthians crê nessa chance.

Fonte: Diário de São Paulo

Veja Mais:

  • Corinthians venceu o Paulistão no começo do ano

    Corinthians conhece adversários de grupo do Campeonato Paulista de 2018; veja as chaves

    ver detalhes
  • Corinthians é o maior vencedor do Campeonato Paulista

    Datas, novidade na lista de inscritos e premiação: saiba tudo sobre o Paulistão 2018

    ver detalhes
  • Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, resolveu pressionar a arbitragem

    Presidente do Grêmio pressiona arbitragem antes do duelo com o Corinthians: 'careca vagabundo'

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians vai comparecer em bom número no duelo decisivo contra o Grêmio

    Corinthians divulga nova parcial de ingressos para jogo decisivo contra o Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes