CIDs saem antes da verba do BNDES, prevê Corinthians

CIDs saem antes da verba do BNDES, prevê Corinthians

A liberação dos CIDs, certificados de incentivo fiscal da Prefeitura de São Paulo que vão ajudar na construção da Arena Corinthians, devem sair antes do empréstimo do BNDES, que está 'travado' pela falta das garantias exigidas pelo Banco do Brasil. Pelo menos essa é a expectativa do Corinthians, que promete até paralisar as obras do estádio caso não receba o dinheiro nos próximos dias.


Segundo Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, que tem cuidado da construção do estádio, nessa primeira leva dos CIDs, o clube e a construtora Odebrecht devem ter acesso a R$ 156 milhões. 'Alivia, mas não resolve o problema', disse o dirigente corintiano. Ao todo, poderão ser requisitados até R$ 420 milhões por meio dessa linha de incentivo fiscal da Prefeitura de São Paulo.

O principal entrave para terminar a Arena Corinthians, que está com 67% das obras concluídas e será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014, é a liberação por meio do Banco do Brasil do empréstimo do BNDES de R$ 400 milhões. Andrés Sanchez afirmou que espera pela liberação desse empréstimo no máximo até meados de abril para não paralisar a obra.

Caso o Banco do Brasil mantenha suas exigências para liberar o empréstimo e não aconteça nenhum acordo entre as partes envolvidas, o Corinthians e a Odebrecht podem procurar outro banco repassador para conseguir o financiamento do BNDES destinado aos estádios da Copa de 2014.

PATROCÍNIO - O pagamento da Caixa Econômica Federal ao Corinthians continua suspenso por meio de uma liminar da Justiça do Rio Grande do Sul. O caso vai a uma estância superior. Enquanto isso, o clube continua sem receber R$ 2,5 milhões por mês pelo espaço na camisa destinado ao patrocinador.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jô, pivô de polêmica nesta semana, está confirmado ante os argentinos

    Em treino na Argentina, Carille 'dribla' falta de energia e ensaia Corinthians com três mudanças

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes
  • Apresentadora Renata Fan fez analogia infeliz com polêmica envolvendo Jô

    Renata Fan compara Jô a 'ladrão' e revolta torcida do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes