Após “pagar o preço”, Tite só pensa em vencer seu campeonato à parte

Após “pagar o preço”, Tite só pensa em vencer seu campeonato à parte

Mesmo com toda a superação demonstrada pelo Corinthians no Mundial de Clubes, o técnico Tite ainda classifica a derrota na última rodada do Campeonato Brasileiro como um ponto chave para o bicampeonato alvinegro. O revés por 3 a 1 para os reservas do São Paulo acendeu o sinal de alerta antes da viagem para o Japão e freou a empolgação de todo o grupo. Agora, o treinador espera dar o troco no Tricolor para não "pagar o preço" novamente.

"Aquele clássico me deixou de cabeça inchada, porque perdemos. Mas também me deixou muito feliz, porque nos trouxe muitos ensinamentos para ser campeão mundial. Confesso que desta vez eu não quero perder. Dá para aprender lições com um bom resultado também", comentou o treinador.Ciente de que o torcedor não está preocupado com o planejamento traçado para a sequência da temporada, Tite afirmou que tem o interesse de escalar força máxima para preparar o time antes da Copa Libertadores. O comandante planeja até usar a experiência obtida na última derrota para o São Paulo para motivar os seus jogadores neste novo clássico. A expectativa é obter os três pontos no Paulistão e chegar embalado para enfrentar o Millonarios, na próxima quarta-feira, em Bogotá.

"Eu fiz uma analogia com relação ao Mundial do ano passado. A responsabilidade era toda do Corinthians e nós precisávamos pagar aquele preço para a equipe disputar este torneio. Correr o risco de ter jogadores expulsos e perder o jogo nos trouxe lições para o Mundial. Agora é botar para jogar, porque esta será a melhor preparação para Libertadores", emendou o comandante.

Além de recordar as experiências e ensinamentos colhidos na última temporada, Tite também focou no atual momento do Corinthians e se repetiu por diversas vezes ao classificar o Majestoso deste domingo como um "campeonato à parte". Respeitoso com o seu rival, o técnico evitou fazer qualquer tipo de promessa ao torcedor e afirmou que só cobrará dedicação de seu elenco para conquistar a primeira vitória nos clássicos de 2013.

"Eu penso igual ao torcedor e estes jogos são campeonatos à parte. Claro que um clássico em uma semifinal e final tem outra dimensão, mas ele não deixa de ter a sua importância. Eu garanto que vai ser um jogaço. Os dois lados mostrarão muita qualidade, missão de vencer, organização tática e uma expectativa danada por um grande jogo, até porque nós representamos o torcedor", concluiu.

Fonte: terra

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes