Paulinho nega preocupação com bolivianos

Paulinho nega preocupação com bolivianos

Presença praticamente garantida na próxima convocação de Felipão para o amistoso entre Brasil e Bolívia, o volante Paulinho, do Corinthians, poderá voltar à Bolívia após a tragédia ocorrida em Oruro, na partida entre San Jose (BOL) e Corinthians, pela Libertadores. Na ocasião, um torcedor boliviano foi morto após ser atingido por um sinalizador disparado por corintianos.

Em entrevista ao Portal da Band, Paulinho negou que esteja preocupado com uma possível hostilidade dos torcedores bolivianos. "Não estou preocupado com isso, primeiro tenho que fazer um bom trabalho para ser convocado. Acho que não tem nada a ver o que ocorreu (em Oruro) com a Seleção", afirmou.

O volante também comentou a declaração de Pelé, que afirmou que o Corinthians deveria ser a base da seleção brasileira. Questionado se sua dupla com Ralf seria a parceria ideal para o Brasil, Paulinho despistou. "Estamos procurando fazer nosso trabalho, vamos deixar na mão do Felipão".

Paulinho, que pediu para jogar o clássico deste domingo, contra o São Paulo, ressaltou a importância da partida. "É um clássico e todo jogador gosta de jogar em um clássico. Não sou diferente, quero muito jogar e estou à disposição", finalizou.

Fonte: terceiro tempo

Veja Mais:

  • Setor Norte da Arena Corinthians segue interditado para o início do Brasileirão

    Setor Norte da Arena segue interditado para Brasileiro; Corinthians pode ter dois clássicos 'vazios'

    ver detalhes
  • Pedrinho surge como opção para Jadson, que foi preservado do treino nesta quarta-feira

    Pedrinho é testado por Carille no primeiro treino com titulares antes de decisão

    ver detalhes
  • Guilherme foi empréstimo ao Atlético-PR

    Atlético-PR anuncia contratação do corinthiano Guilherme até 2018

    ver detalhes
  • Carille pode sofrer desfalques por suspensão na final do estadual

    Com quase um time inteiro pendurado, Carille descarta poupar jogadores na primeira decisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes