Freguês do Timão desdo o tempo do Santos, Ganso ataca árbitro por pênalti

Freguês do Timão desdo o tempo do Santos, Ganso ataca árbitro por pênalti

Pato chora muito

Pato chora muito

Os jogadores do São Paulo deixaram o campo revoltados com a atuação do árbitro Leandro Bizzio Marinho, que assinalou pênalti de Rogério Ceni sobre Alexandre Pato já na parte final do jogo. O próprio atacante do Corinthians bateu e definiu, aos 38min do segundo tempo, a vitória de sua equipe por 2 a 1, no Estádio do Morumbi, pela 16ª rodada do Campeonato Paulista.

“Era sola, se não foi sola dá a vitória para eles então, não precisa nem entrar em campo”, esbravejou o meia Paulo Henrique Ganso, em entrevista na saída do gramado. O jogador era um dos mais irritados com a decisão do árbitro, que interpretou como pênalti o choque entre Rogério Ceni e Alexandre Pato.

Os jogadores dividiram a bola após recuo ruim do zagueiro Rafael Tolói, em bola retrasada à meia altura. Mais rápido, o atacante tocou a bola antes do goleiro, mas os atletas do São Paulo alegam que o corintiano entrou no lance com a sola da chuteira levantada.

“Foi solada”, reclamou Rogério, também na saída de campo. Com poucas palavras, ele saiu rapidamente e evitou conceder entrevista, o que também aconteceu com Luís Fabiano. Questionado sobre o lance do pênalti, o atacante apenas riu.

Também comentando a jogada que definiu o clássico, Osvaldo alegou que o árbitro assistente que estava atrás do gol são-paulino, Marcelo Rogério, disse aos atletas que Pato havia dado uma “solada” em Ceni. “O árbitro daqui de fora falou que o Pato solou e disse que ia avisar o árbitro (Leandro Bizzio Marinho). Quando o árbitro (principal) chegou, ele não falou e acabou complicando para a gente”, relatou o atacante.

No lado do Corinthians, Pato se esquivou da polêmica respondendo “pergunta para o árbitro” quando questionado sobre o pênalti. “Mas ele fez a falta, se não tivesse feito eu ia fazer o gol”, emendou o atacante.

“O Pato foi um pouquinho mais rápido, acho que se ele (Rogério Ceni) tivesse chegado antes teria tirado”, analisou o atacante Jorge Henrique. “Sem dúvida pegou, isso é pênalti”, disse, por sua vez, o zagueiro Paulo André.

Apesar da vitória, Paulo André amenizou o impacto positivo que o resultado pode trazer antes da partida contra o Millonarios, em Bogotá, na próxima quarta-feira, pela Libertadores. “O que vai repercutir é o cansaço de um jogo desgastante e de uma viagem longa. A gente sai feliz, com moral, mas cansado. Tem de recuperar rápido”, disse.

Fonte: terra

Veja Mais:

  • Resultados do domingo pressionam Corinthians para duelo desta segunda-feira

    Rivais vencem na rodada e diminuem vantagem do Corinthians na liderança; veja classificação

    ver detalhes
  • O Timão não conseguiu passar pelo Sorocaba na tarde deste domingo

    Gol ilegal e confusão da torcida: Corinthians/UNIP fica com o vice da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Corinthians/Guarulhos disputou a segunda rodada da Superliga de Vôlei neste domingo

    De virada, Corinthians/Guarulhos vence Minas e conquista primeira vitória na Superliga

    ver detalhes
  • Léo Príncipe, Maycon e Fagner estão na lista de jogadores divulgada pelo Corinthians

    Sem Pablo e Pedrinho, Corinthians relaciona 22 jogadores contra o Botafogo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes