Governo da Bolívia recebe confissão de menor e analisa antecedentes de corintianos presos

Governo da Bolívia recebe confissão de menor e analisa antecedentes de corintianos presos

Governo da Bolívia recebe confissão de menor e analisa antecedentes de corintianos presos

Governo da Bolívia recebe confissão de menor e analisa antecedentes de corintianos presos

O governo boliviano recebeu a confissão do menor supostamente envolvido na morte de Kevin Douglas Beltran. O depoimento em que ele assume ter disparado acidentalmente um sinalizador foi enviado pelo Itamaraty ao Ministério das Relações Exteriores da Bolívia.

Agora, o documento será encaminhado para a promotoria de Oruro avaliar a principal peça da defesa dos 12 corintianos presos na cidade.

A queixa mais barulhenta dos defensores era de que a confissão havia sido praticamente ignorada pelas autoridades bolivianas.

Além do depoimento, o Itamaraty mandou um relatório sobre os antecedentes penais dos corintianos. A promotoria de Oruro quis saber se há entre os torcedores alguém que já foi condenado no Brasil.

Pelo menos um dos corintianos detidos foi acusado de se envolver numa confusão de torcida. Tadeu Macedo Andrade, tesoureiro da Gaviões da Fiel, teve que prestar serviços comunitários durante as partidas do alvinegro.

Em 2008, ele foi réu enquadrado no artigo 42, que trata de perturbar alguém no trabalho ou o sossego alheio com gritaria, algazarra e instrumentos sonoros, entre outros itens.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes