Politicagem pressiona troca de Arena Corinthians por Brasília

Politicagem pressiona troca de Arena Corinthians por Brasília

Politicagem pressiona troca de Arena Corinthians por Brasília

Politicagem pressiona troca de Arena Corinthians por Brasília

Do blog do Quesada

O local da abertura da Copa de 2014 corre o risco de mudar de cidade e estádio. A política feita nos bastidores da capital federal e na sede da Fifa revela a possível mudança.

O governo do Distrito Federal, deputados locais e Marco Polo Del Nero trabalham em várias frentes. Del Nero usa o poder de presidente da Federação Paulista de futebol, dirigente da CBF e membro do comitê executivo da Fifa para 'mexer os pauzinhos?. A relação próxima com os homens da entidade maior do futebol ameaçam a sede paulistana.

Cada um tem um interesse distinto. Juntos, ficam mais fortes. Os políticos 'brasilenses? fizeram grande esforço para levar a abertura da Copa de 2014 para Brasília mas perderam a disputa travada com a cidade da São Paulo. Mas eles não desistiram e contam com o sucesso da abertura da Copa das Confederações deste ano para convencer o Governo Federal e organizadores de que é possível receber a partida inaugural da Copa.

Já Del Nero segue a saga contra Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians e atual responsável pelo novo estádio do Corinthians. Eles são desafetos públicos. Andrés considera que Del Nero foi o mentor da saída dele da CBF. A ideia de minar o poder de Andrés, candidato ao cargo de presidente da CBF em 2014, faz parte da estratégia do presidente da FPF, também candidato. Andrés vai abrir fogo contra aquele que considera inimigo.

Um entrave financeiro contribui para a ameaça da arena do Corinthians perder a abertura e até a sede da Copa de 2014. As garantias dadas pela Odebrecht não foram ainda aceitas pelo Banco do Brasil, responsável por repassar o dinheiro já liberado pelo BNDES. O Corinthians, por sua vez, não pode receber o empréstimo, diretamente, por ser um clube.

O Corinthians, a Odebrecht, a prefeitura e o governo estadual de São Paulo discutem a forma de encerrar o imbróglio e concluir a obra dentro do prazo. Pessoas ligadas ao clube, construtora e autoridades públicas, no entanto, não acreditam na perda da sede.

Foto: Reprodução/UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    ver detalhes
  • Furlan apita sexta partida do Corinthians na carreira

    Após polêmica no Dérbi, FPF define trio de arbitragem para próximo jogo do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assegurou que o espaço (acima do número) está livre para ser negociado

    Patrocinador não cumpre acordo e Corinthians já negocia espaço do uniforme

    ver detalhes
  • Jadson deve reestrear pelo Corinthians apenas na próxima quarta-feira

    Corinthians divulga lista de relacionados para pegar Mirassol sem nenhum meia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes