Cervejaria pode pagar duas vezes 'Fonte Nova' para patrocinar Arena Corinthians

Cervejaria pode pagar duas vezes 'Fonte Nova' para patrocinar Arena Corinthians

As conversas sobre o naming rights continuam entre Corinthians e Itaipava

As conversas sobre o naming rights continuam entre Corinthians e Itaipava

A Itaipava pode adquirir o naming rights de um estádio da Copa do Mundo. Depois da Arena Fonte Nova, a cervejaria carioca pode estampar seu nome na Arena Corinthians. Executivos estiveram nas obras do estádio para negociar com os responsáveis pela arena.

Na primeira reunião, os dirigentes da Itaipava não saíram muito animados, pois o Corinthians teria pedido R$ 20 milhões por ano, num contrato de 20 anos, totalizando o pagamento de R$ 400 milhões. Este valor é o dobro pago para o patrocínio da Arena Fonte Nova.

As negociações seguirão nos próximos dias. Executivos da cervejaria querem abaixar a pedida corintiana. Além das duas arenas, a Itaipava negocia patrocinar o Mineirão, o Castelão e a Arena Pernambuco, outras sedes do Mundial de 2014.

O principal fator que diferencia o estádio corintiano das demais Arenas da Copa, é que a mesma ainda não foi efetivamente batizada, o que torna mais forte e mais interessante a iniciativa para a marca, que teria menos dificuldade em popularizar o nome.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes