Andrés Sanchez garante Arena Corinthians com lugares populares

Andrés Sanchez garante Arena Corinthians com lugares populares

Arena Corinthians terá ingressos populares

Arena Corinthians terá ingressos populares

Foto: Divulgação/Corinthians

Em entrevista coletiva na sede do portal Terceiro Tempo no último dia 06, pelo Curso de Jornalismo coordenado por Alexandre Praetzel, o ex-presidente do Corinthians foi questionado sobre preços que serão cobrados pelos ingressos em jogos nas novas arenas construídas no país para a Copa do Mundo, em especial no estádio corintiano.

Um dos grandes responsáveis pela realização do sonho corintiano de ter sua própria casa, Andrés afirmou: 'o estádio do Corinthians terá 40% de lugares populares'. Mas e os outros estádios, quanto custará entradas para jogos de Cruzeiro e Atlético no Mineirão? De Bahia e Vitória na Fonte Nova? De Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo no Maracanã? Do Internacional e do Atlético Paranaense no Beira Rio e na Arena da baixada respectivamente? Isso sem contar estádios de Brasília, Manaus, Cuiabá, Recife, Natal.

Por mais incrível e irônico que pareça, os novos estádios podem se tornar problemas para o futebol brasileiro nos próximos anos, e justamente o preço dos ingressos e a manutenção desses palcos é que podem gerar grandes dores de cabeça aos dirigentes. É natural que os preços aumentem, o torcedor terá maior conforto, acredita-se que terá melhor alimentação, banheiros melhores, etc. Mas espera-se, também, bom senso para não afastar ainda mais o torcedor do futebol. 'É uma tendência que nas arenas novas você cobre um preço maior e automaticamente vai invertendo o público. O Corinthians tem o privilégio de ter maioria em todos os setores, então nós temos que cobrar caro de quem pode pagar caro e barato pra quem pode pagar barato. A arena do Corinthians vai ter 42% de setores populares, lugares de 40 ou 50 reais', afirmou Andrés, mostrando que o alvinegro do Parque São Jorge terá esse bom senso.

Há algum tempo os preços de ingressos no Brasil vêm aumentando significativamente. Não atoa a média de público de nossos campeonatos é baixa. E esse problema pode aumentar. Um estádio novo, moderno, padrão FIFA, terá sim ingressos mais caros. Ou alguém acredita que o preço de uma cadeira próximo a lateral do campo no Maracanã custará o mesmo, um próximo do que custava um lugar na antiga geral do mesmo estádio?

Aliás, muitos (a maioria) dos estádios em construção não pertencem a algum clube. Isso significa que para mandar jogos nesses estádios um clube terá que pagar aluguel. Não é difícil imaginar que o preço para jogas nas arenas será mais alto. Resultado: ingressos mais caros. E a consequência disso pode ser uma média de público ridícula.

Atitudes como a do Corinthians, que manterá 40% de seu estádio com preços populares faz bem ao corintiano, ao fã do esporte de modo geral. E é exatamente isso que se espera em outros estádios, sejam eles públicos ou privados. Caso contrário teremos 'semi-elefantes brancos?, como o Engenhão (antes de ser fechado). Um bonito estádio, novo, moderno, mas que não enche. Dificilmente recebe mais do que 20 mil pessoas em um jogo. Não é isso que se espera e se deseja para as novas arenas. Estádios bonitos e modernos não valem de nada se vazios.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Torcedores na Arena poderão adicionar patch da Chapecoense em camisas

    Loja da Arena irá personalizar grátis camisas em homenagem à Chapecoense

    ver detalhes
  • Corinthians já definiu profissionais que devem permanecer e ser negociados

    Isaac, Mendoza, Oswaldo... Confira quem chega e quem sai do Corinthians

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes