Palmeiras quer adiar o clássico contra o Corinthians para segunda-feira

O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo quer adiar o clássico contra o Corinthians para segunda-feira, diante do fechamento do aeroporto de Presidente Prudente.

Por causa do mau tempo, o aeroporto de Presidente Prudente foi fechado hoje, o que impediu a viagem do time do Palmeiras.  A delegação do palmeiras segue no saguão do aeroporto de Guarulhos aguardando por novas notícias.

O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo quer adiar o clássico contra o Corinthians para segunda-feira, diante do fechamento do aeroporto de Presidente Prudente.

A temperatura por lá caiu um pouco, e a neblina está mais densa.

Não há sinalização de quando os aviões poderão voltar a pousar.
Até uma possibilidade de viagem de ônibus (de cerca de 10 horas) está sendo avaliada.

Já o Corinthians, já chegou em Presidente Prudente e seguiu para o hotel Portal Doeste. Vários torcedores acompanharam o ônibus durante o trajeto. Por causa do tempo chuvoso, não há previsão de nenhuma atividade da equipe antes do jogo deste domingo, às 16h, no Estádio Prudentão.

Palmeiras quer adiar o clássico contra o Corinthians para segunda-feira Palmeiras quer adiar o clássico contra o Corinthians para segunda-feira 0

Veja Mais:

  • Primeiro jogo das quartas de final acontece nesta quarta; vaga à semifinal será definida na semana que vem

    Em queda no Brasileiro, Corinthians enfrenta o Cruzeiro por 'missão semifinal'

    ver detalhes
  • Corinthians recebe o América-MG na Arena, pela rodada 31 do Brasileiro

    CBF define detalhes da tabela de mais três rodadas do Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • Fábio Carille, em ação no treinamento desta terça-feira

    Sem Cássio e reforços, Carille relaciona 23 para enfrentar o Cruzeiro

    ver detalhes
  • Após cinco jogos, dirigentes e conselheiros já contestam contratação de Gustavo

    [Marco Bello] Após cinco jogos, dirigentes e conselheiros já contestam contratação de Gustavo

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes