Ministro diz que dinheiro do BNDES vai sair 'em breve' para o Corinthians

Ministro diz que dinheiro do BNDES vai sair 'em breve' para o Corinthians

"O dinheiro do BNDES estamos esperando para os próximos dias. Isso deve ser resolvido em breve. Não tem como a obrar parar", disse o ministro garantindo que a futura arena corintiana será palco da abertura da Copa do Mundo-2014.

Além da abertura do Mundial, o estádio será sede de mais cinco partidas da competição.

O ministro visitou o estádio acompanhado do prefeito Fernando Haddad (PT), do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e do ex-presidente corintiano, Andres Sanchez, responsável para cuidar das obras.

Andres Sanchez afirmou que em breve o Corinthians e a Odebrecht vão definir o banco que vai ser o fiador do repasse do dinheiro do BNDES para a construtora.

Durante a visita, Haddad garantiu que a segunda parcela dos Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento para a obra do estádio será liberado em breve. Na semana passada, a Prefeitura de São Paulo liberou a primeira parcela no valor de R$ 156 milhões. No total, serão 420 milhões de CIDs para a obra.

Rebelo, Alckmin, Haddad e Andres Sanchez também visitaram as obras de mobilidade urbana. A principal preocupação é a interligação das avenida Jacu-Pêssego e a Radial Leste.

Fonte: Folha de São Paulo

Veja Mais:

  • Fiel promete lotar Arena para empurrar Corinthians rumo ao título paulista

    Corinthians inicia venda de ingressos para final e dá orientação a inadimplentes

    ver detalhes
  • Para Roberto, Arena Corinthians é 'dez vezes melhor' que o Morumbi

    Roberto de Andrade ironiza possibilidade do Morumbi sediar finais do Paulista

    ver detalhes
  • Jogadores comemoram vaga na final do Paulista após eliminar o São Paulo na Arena

    FPF confirma datas, horários e locais das finais do Paulistão 2017

    ver detalhes
  • Raphael Claus tem um retrospecto polêmico em jogos do Timão

    Pivô de polêmicas, árbitro é escalado para jogo de ida da final entre Corinthians e Ponte Preta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes