Arena Corinthians acerta troca de banco público para agilizar empréstimo

Arena Corinthians acerta troca de banco público para agilizar empréstimo

Frederico Barbosa, da Odebrecht, fala com Alckmin e Haddad durante visita à Itaquera

Frederico Barbosa, da Odebrecht, fala com Alckmin e Haddad durante visita à Itaquera

Foto: Reprodução/Twitter

Corinthians e Odebrecht estão muito próximos de finalizar uma ação para destravar o financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para a Arena do Timão.

A Folha apurou que a negociação entre clube, empreiteira e Caixa está próxima de ser fechada. Procurado, o banco informou que não comentaria --a Caixa patrocina o futebol do Corinthians.

Alguns fatores são decisivos para a troca de banco repassador dos R$ 400 milhões, que vai bancar quase metade do valor da obra (orçada em R$ 820 milhões).

Ao contrário do BB, a Caixa não tem ações no mercado financeiro, não possui acionistas minoritários e, principalmente, não tem regras que a impeçam de realizar financiamentos a clubes.

A expectativa de quem participa das negociações é que o empréstimo seja liberado nos próximos dias.

O estádio vai abrir a Copa do Mundo em 12 de junho de 2014, em São Paulo.

A negociação arrasta há meses e chegou até a colocar em xeque a realização da partida inaugural no local. Andres Sanchez, ex-presidente do Corinthians e homem designado pelo clube para cuidar da obra, disse que a construção poderia ser paralisada sem o financiamento.

O BNDES já liberou o dinheiro, mas exige um banco repassador porque não pode emprestar dinheiro a um clube de futebol (o Corinthians faz parte do fundo imobiliário que vai gerir a arena).

Porém, um impasse entre o Banco do Brasil e o fundo sobre garantia financeira que assegure o pagamento dos R$ 400 milhões travou o acerto.

A empreiteira propôs um tipo de garantia que não foi aceito pelo BB. De acordo com essa oferta, o patrimônio da empresa não poderia ser usado como garantia.

"O empréstimo do BNDES está baixando para desfecho favorável, os detalhes para a liberação estão em fase final", disse o ministro do Esporte, Aldo Rebelo. Ele visitou ontem o estádio ao lado do prefeito da capital paulista, Fernando Haddad (PT), e do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Veja Mais:

  • Índio deu a vitória ao Corinthians/UNIP

    Com gol no fim, Corinthians vira para cima do Sorocaba e se aproxima do título nacional

    ver detalhes
  • Oswaldo comandou atividades desta segunda-feira

    Oswaldo esboça Corinthians para duelo com Cruzeiro; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Oya é um dos destaques do Timão na disputa no Sul do Brasil

    Timão joga bem, mas não impede segunda derrota na Copa Internacional Sub-20

    ver detalhes
  • Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    Dispensado do Corinthians, Willians se pronuncia em rede social

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes