Castigado, gramado do Pacaembu deve estar apto para finais da Libertadores

Castigado, gramado do Pacaembu deve estar apto para finais da Libertadores

Pacaembu estará pronto pra Libertadores

Pacaembu estará pronto pra Libertadores

Foto: Ari Ferreira/Lancepress!

O gramado do Pacaembu já não apresenta a mesma qualidade de outros tempos e, no último domingo, até motivou críticas do técnico Tite. O desgaste é um resultado de uma “maratona” considerável para o campo, que deve, no entanto, estar apto caso tenha de ser utilizado nas finais da Copa Libertadores.

As críticas do comandante alvinegro aconteceram depois da vitória de sua equipe por 2 a 0 sobre o Atlético Sorocaba, pelo Paulista. Tite reclamou que a bola não correu da maneira adequada por conta das falhas no gramado e que isso teria atrapalhado o seu time.

De fato, o Pacaembu vem sendo submetido a uma sequência de tirar o fôlego de qualquer jogador. Neste ano, ele fez sua estreia em 16 de janeiro, quando o Santos fez 4 a 0 no Grêmio Barueri, em um amistoso.

Até o último domingo, data do confronto entre Corinthians e Atlético Sorocaba, foram 95 dias e 31 jogos, com uma média de uma partida a cada três dias. A rotina, diz o responsável pela manutenção do campo, torna impossível um padrão de qualidade constante.

“O ideal é um [jogo] por semana, no máximo dois. Quantas vezes não tiveram jogos de quarta, quinta e domingo? O Palmeiras está em duas competições, o Corinthians também. Não tem o que fazer. A gente faz o que dá. Não dá pra pensar em ter gramado de alto nível”, disse Roberto Gomide, presidente da World Sports e especialista em tratamento de gramados.

Corinthians e Palmeiras atuaram 13 vezes cada no estádio municipal, mas não foram os únicos. O São Paulo, por força de uma punição da Conmebol ao Pacaembu, esteve lá uma vez. O Santos, por opção, jogou no local no amistoso contra o Barueri e em duas partidas do Paulista. Além disso, o gramado ainda recebeu a final da Copa São Paulo, entre Santos e Goiás.

“Essa manutenção, por mais que melhore e incremente um pouco mais, sofre com o excesso de pisoteio. Não dá tempo dela descansar e formar um colchão”, avalia Gomide.

O cenário deve mudar, segundo ele, durante a pausa para a Copa das Confederações, quando o Pacaembu ficará pelo menos duas semanas parado. Neste período, ele receberá uma segunda semeação, técnica conhecida como overseeding, no termo original em inglês.

“Vamos adicionar a grama de inverno. As duas [a atual e a nova] vão atuar em consórcio no Pacaembu. Uma para de crescer, e a outra tem um crescimento mais vertical e rápido, por sobreviver melhor ao clima mais frio. É um processo que a gente faz todo ano. Só não vou fazer agora porque não temos agenda”, disse Gomide.

Se tudo sair como planejado, o Pacaembu poderá ser um palco de qualidade para a reta decisiva da Libertadores. Como as semifinais e as finais acontecerão somente depois da Copa das Confederações, Corinthians e Palmeiras poderão usar o estádio normalmente caso avancem no torneio continental.

Fonte: uol

Veja Mais:

  • Corinthians entra em campo nesta segunda, pela 30ª rodada do Brasileirão

    Veja como assistir o jogo entre Corinthians e Botafogo desta segunda pela televisão

    ver detalhes
  • Gol de atacante argentino foi muito parecido com o de Jô

    Após gol 'à la Jô' de rival, torcida do Corinthians cobra repercussão da imprensa; veja tuítes

    ver detalhes
  • Fagner será titular do Corinthians nesta segunda, contra o Botafogo

    Portal relata preocupação do Corinthians com Fagner; jogador nega abatimento

    ver detalhes
  • Atacante colombiano vive grande fase no time nordestino

    Mendoza deixa futuro em aberto, mas pontua: 'Todo jogador quer jogar no Corinthians'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes