Caixa diz que não há camisa mais valiosa que a do Corinthians

Caixa diz que não há camisa mais valiosa que a do Corinthians

Por Meu Timão

10 mil visualizações 28 comentários Comunicar erro

Retorno do investimento da Caixa no Corinthians veio 80% em 45 dias

Retorno do investimento da Caixa no Corinthians veio 80% em 45 dias

Marcos Ribolli / Globoesporte.com

Após o parecer favorável do Ministério Público Federal que ajudará a derrubar a proibição ao patrocínio no futebol, a Caixa parece disposta a continuar investindo neste segmento.

Para apresentar seu parecer favorável, o procurador Waldir Alves contou com os números que provam os ganhos que a Caixa teve logo nos primeiros dias de contrato com o Corinthians.Segundo a empresa de pesquisas Informídia, o banco – cujo contrato no valor de R$ 2,5 milhões/mês está suspenso desde março – teve retorno 80% do valor total investido no Timão somente nos 45 dias iniciais.

Quando oficialmente livrar-se do problema jurídico. – e isso, na avaliação dos advogados, é questão de dias – o clube vai investir em outras agremiações.

Uma negociação está avançada com o Flamengo, clube de maior torcida do País. Mas o valor será inferior ao que o banco paga ao Corinthians. Isso por que Caixa argumentou que, neste momento, nenhuma camisa vale tanto quanto a do campeão da Libertadores e Mundial.

Fonte: Band

Veja Mais:

  • Vagner Love pode estar próximo de acertar seu retorno ao Corinthians

    Estafe de Vagner Love e Besiktas se reúnem e rescisão fica próxima; Corinthians aguarda

    ver detalhes
  • Douglas vai defender as cores do Bahia até dezembro de 2019

    Sem conseguir se firmar no Corinthians, Douglas é anunciado como reforço do Bahia

    ver detalhes
  • Arena Corinthians recebe jogo entre Timão e São Caetano neste domingo

    Raridade no Paulistão-2019, estreia do Corinthians terá transmissão na TV aberta

    ver detalhes
  • Xavier marcou o gol mais rápido da atual edição da Copinha

    Corinthians negocia com volante de 18 anos da Ponte Preta

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes