'Ex-santista', Romarinho elogia Neymar e torce por gol na decisão

'Ex-santista', Romarinho elogia Neymar e torce por gol na decisão

Romarinho quer um gol contra o Santos

Romarinho quer um gol contra o Santos

Foto: Tom Dib/LANCE!Press

Desde que chegou ao Corinthians, no meio do ano passado, Romarinho tornou-se carrasco do arquirrival Palmeiras. No último domingo, ele marcou um dos gols de pênalti que ajudaram o Timão a eliminar o São Paulo do Campeonato Paulista. Neste domingo, às 16h (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu, o atacante enfrenta o Santos, único dos rivais do Alvinegro contra quem o atacante ainda não brilhou. Coincidentemente, time do qual ele era “torcedor de coração”.

Quando ainda atuava pelo Rio Branco de Americana, em 2008, Romarinho disse, em entrevista à TV FPF, que, no Brasil, seu sonho era jogar pelo time da Baixada ou pelo São Paulo. O primeiro, pelo fato de ser sua equipe de coração. O segundo, por ter tido uma passagem na infância e nutrir, à época, grande carinho. O Tricolor ele já colaborou para eliminar. Agora, encontra o Peixe com o desejo de marcar mais um gol histórico.

Revelado pelo Bragantino, Romarinho foi disputado nos bastidores por Santos e Corinthians. O presidente do Braga, Marco Chedid, chegou a dizer que o Peixe tinha prioridade e era a "cara do atleta". Além disso, o próprio atacante falou do seu sonho de atuar pelo Alvinegro praiano ao lado de Ganso e Neymar. No entanto, o jogador assinou com o Timão por quatro temporadas.

Xodó da torcida corintiana, Romarinho explicou que a infância com fundo santista foi influência do pai, Ronaldo, que torcia pela equipe da Baixada. Hoje, o próprio jogador garante, a prioridade da família é o Corinthians. E o carinho de criança pelo Peixe se transformou em amor de adulto pelo Timão.


– Meu pai pegava no meu pé desde que eu era criança, dizendo que eu deveria ser santista. Hoje ele virou corintiano, e eu não tenho mais carinho nenhum pelo Santos – afirmou o jogador ao GLOBOESPORTE.COM, através da assessoria de imprensa do clube.

O atacante de apenas 22 anos participou ativamente de um dos momentos mais memoráveis da história do Corinthians: marcou o gol do empate em 1 a 1 com o Boca Juniors, na Bombonera, pelo jogo de ida da final da Taça Libertadores da América de 2012. Romarinho chamou a atenção da imprensa e dos seus companheiros de elenco pela naturalidade com que encarou o fato. Segundo ele, uma característica de sua personalidade.


– Quando chega a hora da decisão eu fico tranquilo e procuro sempre deixar a ansiedade de lado. Se o jogo é decisivo, eu penso positivamente – explicou.


Embora não nutra qualquer sentimento especial pelo Santos, Romarinho tem do outro lado do clássico um exemplo: o atacante Neymar, principal referência da equipe da Baixada. Apesar do pouco contato com o jogador adversário, o jovem corintiano revelou admiração pelo rival, a quem classificou como o melhor jogador em atividade no país atualmente.


– Admiro demais o trabalho do Neymar. Hoje ele é o cara aqui no Brasil. Procuro me inspirar nele, um jogador que sabe o que faz dentro de campo.


Romarinho enfrentou o Santos três vezes desde sua chegada ao Corinthians: foi titular na derrota por 3 a 2, na Vila Belmiro, e no empate por 1 a 1, ambos pelo Campeonato Brasileiro do ano passado. Neste ano, saiu do banco de reservas e entrou ao longo do 0 a 0 com o Peixe, pela primeira fase do Paulistão. Três jogos, uma derrota e dois empates. Chegou a hora de vencer? Gosto por decisão é o que não falta...

Fonte: globo esporte

Veja Mais:

  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes