Corinthians e São Paulo brigam por liderança do maior gasto no futebol

Corinthians e São Paulo brigam por liderança do maior gasto no futebol

Corinthians e São Paulo brigam por liderança do maior gasto no futebol

Corinthians e São Paulo brigam por liderança do maior gasto no futebol

Paulo Passos e Rodrigo Mattos
Do UOL, em São Paulo

Números financeiros do ano passado demonstram uma verdadeira corrida entre Corinthians e São Paulo pela liderança do clube que mais investe no futebol no país. Enquanto o time do Morumbi tem o maior custo com aquisição de atletas e portanto maior valor nos contratos, a equipe do Parque São Jorge tem as maiores despesas com todo o departamento de futebol.

Levantamento da BDO Consultoria - que tem entre seus sócios o vice-presidente de finanças do Corinthians, Raul Corrêa e Silva - mostra que o time corintiano gastou um total de R$ 233,3 milhões para financiar suas atividades em campo. Esse montante representa um crescimento de 18% em relação ao ano anterior. O time de Parque São Jorge gasta dois terços do total que arrecada com o futebol.

Já o São Paulo é o segundo na lista de gastos com futebol em 2012: R$ 189,6 milhões. A diferença é que os são-paulinos aumentaram bem mais a fatia destinada ao carro-chefe do clube, já que o crescimento foi de 30%. Assim como os rivais, eles utilizaram cerca de dois terços do seu dinheiro disponível total com esse departamento.

Mas, se os corintianos gastam mais no departamento, os são-paulinos lideram no valor gasto com aquisições de jogadores. Só no ano passado foram R$ 68,7 milhões neste item, mais de R$ 10 milhões superior em relação ao ano anterior. Acumulado por vários anos, incluindo temporadas antes de 2009, um total de R$ 218,8 milhões foi usado pelo São Paulo em contratações de atletas.

O Corinthians, por sua vez, gastou apenas R$ 16 milhões com vendas e aquisição de atletas, menos da metade do que no ano anterior. Ressalve-se que, em 2013, o time de Parque São Jorge deu uma turbinada nas aquisições de atletas, com as chegadas de Pato, Gil e Renato Augusto.

Apesar dos altos gastos, ambos tiveram aumentos em suas dívidas, assim como a maioria dos clubes nacionais. As despesas dos dois times também revelam uma diferença entre os dois times na forma de pagar seus jogadores. O São Paulo paga bem mais em contratos por direitos de imagem do que o rival: têm uma previsão de gasto de R$ 27,7 milhões durante a atual temporada. A estimativa corintiana é de R$ 14,4 milhões

Em compensação, o time de Parque São Jorge tem uma folha de pessoal na carteira profissional, dentro das leis trabalhistas, bem maior do que os são-paulinos. Os corintianos gastaram no item pessoal no futebol, em 2012, um total de R$ 105,4 milhões. Esse valor é o dobro dos adversários, que ficaram em R$ 52,6 milhões.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes