Punições polêmicas antecederam títulos do Corinthians de Tite

Punições polêmicas antecederam títulos do Corinthians de Tite

Tite é visto como justo pelo elenco Corinthiano

Tite é visto como justo pelo elenco Corinthiano

O afastamento de um jogador que há pouco era titular às vésperas de uma decisão, em geral, seria um sinal de problemas no elenco, certo? No Corinthians de Tite, errado. Vitorioso em seus dois anos e meio de clube, o treinador se notabilizou por ajustes internos polêmicos antes das maiores conquistas, como fez na última semana com Jorge Henrique.

No último domingo, o time já deu sua primeira mostra disso. No primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista contra o Santos, o Corinthians voltou a jogar bem, fez 2 a 1 e saiu na frente na disputa. Nesta quarta, ele enfrentará o Boca pelas oitavas da Libertadores com a obrigação de vencer com dois gols de vantagem para avançar sem sustos.

O retrospecto mostra que o grupo atual reage bem a esse tipo de mudanças. O motivo exato do afastamento de Jorge Henrique não foi revelado, mas o diário Lance! publicou que a gota d’água teria sido uma mentira dita a Tite no sábado que antecedeu a semifinal do Paulista diante do São Paulo.

O afastamento pegou todos de surpresa, inclusive os jogadores, segundo Paulo André, um dos líderes do grupo. Jorge Henrique sempre foi muito elogiado por Tite e foi titular no Mundial de Clubes do ano passado, barrando Douglas pouco antes da decisão com o Chelsea.

Há dois anos, Chicão esteve na mesma situação. Na véspera de um clássico contra o São Paulo, o então capitão do time foi afastado por rejeitar ficar no banco de reservas e surpreendeu a torcida corintiana, que à época ainda sonhava com o título brasileiro de 2011. A estratégia deu certo, o time reagiu bem à punição e viria a conquistar a primeira taça sob a gestão de Tite.

No ano seguinte, sobrou para Adriano. Em sua passagem pelo Corinthians, o atacante jogou pouco, passou muito tempo lesionado e faltou muitas vezes às suas sessões de fisioterapia. Mesmo assim, chegou a ser inscrito pelo clube na Copa Libertadores de 2012. No meio do torneio, no entanto, a paciência de Tite se esgotou.

No meio da primeira fase, o Corinthians anunciou a decisão de rescindir unilateralmente o contrato do atacante. Para muitos dentro do clube, foi um passo fundamental na caminhada rumo à conquista do título da Libertadores e do Mundial.

J. HENRIQUE E É ELEITO O MAIS IRRITANTE DO PAÍS PELOS PRÓPRIOS COLEGAS

O UOL Esporte ouviu, sob condição de anonimato, cem atletas de 15 times do país para saber quem é o jogador mais irritante do futebol brasileiro. O resultado foi praticamente um Corinthians x Palmeiras. Jorge Henrique, com 21 votos, ganhou a eleição, seguido de perto pelo chileno Valdivia, lembrado 18 vezes.

A dupla, que já chegou a se estranhar em confrontos recentes das duas equipes, teve como perseguidor mais próximo o atacante Kleber, hoje no Grêmio, que recebeu 14 votos. D’Alessandro, do Inter, foi o quarto, com seis lembranças.

Fonte: uol

Veja Mais:

  • Gabriel não deixou barata a declaração de Felipe Melo

    Gabriel cita dois Mundiais e responde Felipe Mello: 'Todo mundo quer falar do Corinthians'

    ver detalhes
  • Membro da comissão de Carille se envolveu em confusão com técnico rival

    Briga no túnel do vestiário marca fim de jogo na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Maycon, de falta, marcou para o Corinthians contra o Red Bull Brasil

    Corinthians marca de falta, mas toma gol no finalzinho e fica no empate com Red Bull

    ver detalhes
  • Paulinho fez dois gols pela Seleção Brasileira contra o Uruguai

    Ex-Corinthians, Paulinho faz três, quebra recorde e comanda show da Seleção de Tite no Uruguai

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes