Fabio Santos brinca com 'preguiçoso' Martínez: 'Vivia reclamando de tudo'

Fabio Santos brinca com 'preguiçoso' Martínez: 'Vivia reclamando de tudo'

Martínez não gostava nem de treinar

Martínez não gostava nem de treinar

Foto: Ari Ferreira

O elenco do Boca Juniors conta com um velho conhecido da torcida do Corinthians. O atacante Juan Manuel Martínez, contratado pelo Timão em julho do ano passado, reencontrará a torcida alvinegra nesta quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu. Possível responsável por marcar o argentino, o lateral do Fábio Santos tem lembranças peculiares do jogador.

A fama com os torcedores do Corinthians não é das melhores. Martínez permaneceu apenas seis meses no clube e deixou o Timão porque não estava satisfeito com sua condição de reserva. Mas, mesmo assim, era querido por boa parte do elenco. Tido como boa praça, Martínez fez amizade com os jogadores mais experientes do grupo.

Hoje, ele é um dos principais nomes do Boca Juniors, que vive crise profunda no Campeonato Argentino – ocupa a 18ª colocação, em torneio disputado por 20 equipes. Em 13 jogos, a equipe acumula apenas 10 pontos (uma vitória, sete empates e cinco derrotas). Campeão mundial pelo Corinthians, Martínez deixou boas impressões nos ex-companheiros.

– Ele era muito integrado ao grupo. Nosso elenco sempre foi muito unido. Acabou não encaixando por conta de características de jogo mesmo – diz Fábio Santos, que brinca com o ex-colega.
– O Martínez vivia reclamando de tudo, era um argentino preguiçoso (risos). Não queria treinar nunca, gostava mesmo era de massagem... – emenda, rindo.

Antes da partida em Buenos Aires – vitória do Boca por 1 a 0 – Martínez se recusou a falar sobre as lembranças dos tempos de Corinthians. Após a má atuação do Timão em La Bombonera, o jogador se disse feliz por encontrar os amigos que fez no Brasil e atestou a noite atípica da ex-equipe, alertando previamente que o time pode fazer mais no jogo de volta. Ainda não se sabe se ele será titular no Pacaembu.

Quem chamou a atenção pelas declarações polêmicas antes da primeira partida foi um dos maiores ídolos do Boca Juniors, o veterano Riquelme. O argentino exaltou a tradição do próprio clube, destacando os seis títulos da Libertadores conquistados na história, contra apenas um do Timão. Para Fábio Santos, pouco importa o que os adversários disserem antes da partida: ele quer dedicar sua atenção única e exclusivamente aos 90 minutos dentro de campo.

– O Riquelme ou qualquer um deles falando ou não falando, para mim tanto faz. O Corinthians vem crescendo a cada ano, ganhou uma Libertadores, um Mundial e tem chance de seguir conquistando títulos. Respeitamos os jogadores deles, mas suas declarações são indiferentes – completou.

O fato de o Boca Juniors jogar com a vantagem em São Paulo não assusta os corintianos. Fábio Santos acredita que, após a experiência na Libertadores do ano passado, o Timão já esteja “vacinado” contra a catimba e qualquer tipo de provocação que os argentinos possam utilizar em busca de desestabilizar emocionalmente o adversário.

– Essa equipe é madura e experiente o suficiente para saber que, se entrar pilhada, pode acontecer alguma coisa. Precisamos colocar intensidade desde o primeiro minuto, não perdendo organização ou dando chance para o Boca. Sabemos que, na discussão, perdemos para eles de lavada – argumentou, entre risos.

Qualquer vitória por dois gols de diferença leva o Corinthians às quartas de final da Taça Libertadores da América. Caso o Timão faça 1 a 0, a decisão irá para os pênaltis. Se a equipe conseguir apenas um gol de vantagem, com o Boca Juniors balançando as redes, será eliminada pelo critério do gol fora de casa.

Fonte: globo esporte

Veja Mais:

  • Guilherme Arana disputará Sul-Americano no Equador

    Corinthianos são convocados para Sul-Americano Sub-20; Jabá fica fora

    ver detalhes
  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    [Teleco] Alan Mineiro não fica no Corinthians em 2017

    ver detalhes
  • Luidy foi nomeado o melhor jogador do estado de Alagoas em 2016

    Reforço do Corinthians é eleito melhor jogador do ano em AL

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes