Adrenalina, noites em claro e concentração antecipada abrem semana de jogo contra o Boca

Adrenalina, noites em claro e concentração antecipada abrem semana de jogo contra o Boca

Adrenalina, noites em claro e concentração antecipada abrem semana de jogo contra o Boca

Adrenalina, noites em claro e concentração antecipada abrem semana de jogo contra o Boca

por Danilo Lavieri e João Henrique Marques
Do UOL, em São Paulo

Um segundo depois do apito final da vitória corintiana por 2 a 1 em cima do Santos, Tite já estava pensando no Boca Juniors. O treinador do Corinthians nem esperou a imprensa perguntar sobre o que vinha pela frente durante esta semana para já falar de como será a sua semana até quarta-feira, data do jogo da partida contra o time argentino, marcado para 22h, no Estádio do Pacaembu.

O comandante, aliás, citou a decisão na competição sul-americana em quase todas as respostas, mesmo que a coletiva se tratava do primeiro jogo da final. Se, no Estadual, o time do Parque São Jorge vai para a Vila Belmiro com a vantagem de um gol, na próxima quarta, a equipe precisará reverter exatamente o mesmo placar, com a diferença de que o gol no Pacaembu tem mais peso pelo critério de desempate da Libertadores.

 Até por isso, ele espera uma semana com poucas horas de sono, muito estudo e nível de adrenalina muito alto até as 22h de quarta-feira.

'Nós somos humanos. A adrenalina vai ficar muito forte. Eu sei que a família dos atletas podem ajudar muito. É fundamental que todos comecem a se conscientizar. Não é à toa que vamos concentrar amanhã de noite com tudo para trabalhar. Claro que vou estar pilhado, acordar à noite, assinalar algumas coisas, estudar, mas é o meu jeito. A emoção desses jogos é impressionante. À medida que vem com discurso e ação, o atleta se espelha e começa a ajudar também', disse ele.

Por causa dessa sequência desgastante tanto fisicamente quanto mentalmente, o comandante pede uma ajuda da torcida para tentar dar um gás extra aos seus jogadores. Ele admite que os atletas precisarão tirar o último combustível que resta para poder vencer o Boca.

O treinador aproveitou a coletiva, aliás, para poder orientar a sua torcida. Ele não quer que os corintianos percam tempo xingando os atletas do Boca Juniors ou reclamando da arbitragem. Ele pede foco no apoio.

'O importante desta vitória de hoje (domingo), é focar o desempenho. Torcedores corintianos, por favor, nos ajude. Por favor, incentive, porque vamos busca combustível de reserva. Não é xingar adversário, não é criticar a arbitragem, é incentivar os atletas', disse ele, para depois falar sobre a sua participação na semana.

'Nós temos uma responsabilidade muito grande na recuperação. Temos que ter cuidados extracampo. Vai ser da minha competência e da competência do Fábio (preparador físico)', completou.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Willians tinha contrato por empréstimo até o fim da temporada

    Willians se despede de companheiros e não joga mais pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Chapecoense está na Libertadores de 2017; Corinthians segue lutando por vaga

    Conmebol confirma título à Chape, e Libertadores-2017 terá ao menos oito brasileiros

    ver detalhes
  • Muricy atualmente trabalha como comentarista no SporTV

    Corinthians convidou Muricy Ramalho para ocupar cargo na base

    ver detalhes
  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes