Corinthians contraria Fifa e diz que ganhou mais dois meses de prazo para entregar Arena Corinthians

Corinthians contraria Fifa e diz que ganhou mais dois meses de prazo para entregar Arena Corinthians

Corinthians contraria Fifa e diz que ganhou mais dois meses de prazo para entregar Arena Corinthians

Corinthians contraria Fifa e diz que ganhou mais dois meses de prazo para entregar Arena Corinthians

Vinícius Segalla
Do UOL, em São Paulo


O Corinthians publicou uma nota oficial nesta terça-feira afirmando que tem até fevereiro de 2014 para entregar o estádio da Arena Corinthians para a Copa do Mundo de 2014. O prazo oficial estipulado pela Fifa para a entrega de todas arenas que serão utilizadas na Copa, que terá início no dia 12 de junho de 2014, é 31 de dezembro de 2013.

Nesta terça-feira, durante entrevista em Brasília, o secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, afirmou que o prazo de dezembro de 2013 é o único que continua valendo para todos os estádios da Copa, e que a entidade ainda pode tirar os jogos das arenas que não respeitarem essa data.

Diante das declarações de Valcke, o Corinthians divulgou a nota que segue abaixo:

'O Corinthians começou as obras quase um ano depois dos demais estádios e, mesmo com todas as dificuldades do repasse financeiro do financiamento e com atrasos referentes ao CID junto à construtora Odebrecht, manteve o cronograma da construção.

Tanto é fato que já superou 76% da obra. Por tudo isso, gera estranheza ao clube a posição colocada nesta terça-feira (14) pelo Sr. Jérôme Valcke, sendo que ele mesmo deu o prazo até dezembro de 2013 para conclusão dos estádios. No caso do Corinthians, esse prazo foi estendido pelo próprio Valcke para fevereiro de 2014.

O clube não aceita nenhuma pressão porque é bom lembrar o que sempre disse: o estádio para os corintianos teria 48 mil e, quando o estádio passou  a ser requisitado para a Copa do Mundo, foi feito um remanejamento do projeto para 68 mil lugares.

O objetivo do Corinthians sempre foi, neste caso, servir a cidade, o estado e o país. Por isso, o clube aumentou a capacidade do estádio e não aceita nenhum tipo de pressão.

Se entendem que devem mudar o local de abertura da Copa, fiquem à vontade. O Corinthians só espera que FIFA e COL reconheçam o esforço da Prefeitura de São Paulo, do Governo do Estado de São Paulo, do Governo Federal e principalmente da população paulista.'

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    ver detalhes
  • Furlan apita sexta partida do Corinthians na carreira

    Após polêmica no Dérbi, FPF define trio de arbitragem para próximo jogo do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assegurou que o espaço (acima do número) está livre para ser negociado

    Patrocinador não cumpre acordo e Corinthians já negocia espaço do uniforme

    ver detalhes
  • Jadson deve reestrear pelo Corinthians apenas na próxima quarta-feira

    Corinthians divulga lista de relacionados para pegar Mirassol sem nenhum meia

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes