Libertadores: Dirigente da Conmebol prevê suspensão a Amarilla

Libertadores: Dirigente da Conmebol prevê suspensão a Amarilla

Amarila não deu pênalti pro Corinthians e ainda deu amarelo pro Sheik

Amarila não deu pênalti pro Corinthians e ainda deu amarelo pro Sheik

A Comissão de Árbitros da Conmebol só espera Aristeu Tavares, ex-presidente da Comissão de Árbitros da CBF e assessor de arbitragem da partida entre Corinthians e Boca Juniors, entregar o seu relatório sobre a atuação de Carlos Amarilla quarta-feira, no Pacaembu, para estudar que tipo de punição aplicará ao paraguaio.


O uruguaio Ernesto Filippi, membro da Comissão de Árbitros da Conmebol, não quis adiantar a pena que será aplicada a Amarilla, mas já dá como certa uma suspensão do paraguaio. 'Quando a Comissão analisa a atuação dos árbitros e entende que ocorreram erros importantes e os árbitros não cumpriram os requisitos mínimos de rendimento, eles não são escalados em partidas futuras', disse.

A reportagem apurou que Amarilla não voltará a apitar nessa Libertadores e que ele não será punido sozinho. Os assistentes Rodney Aquino e Carlos Caceres, também paraguaios, irão para a 'geladeira' com Amarilla. Quarta-feira, o paraguaio não marcou dois pênaltis para o Corinthians e ainda anulou um gol do time brasileiro.

O primeiro erro ocorreu logo aos nove minutos do primeiro tempo, quando o lateral-direito Marín colocou a mão na bola dentro da área. O juiz não marcou pênalti e ainda puniu Emerson com cartão amarelo por reclamação. Se marcasse a infração, Marín deveria ser expulso porque já tinha amarelo.

Aos 24, Rodney Aquino marcou impedimento inexistente de Romarinho e anulou o gol do corintiano. Na etapa final, mais uma falha. Aos 15, Amarilla não assinalou falta sofrida por Emerson dentro da área.

Mesmo que o relatório de Aristeu não aponte esses erros, a situação de Amarilla não muda. 'O assessor de árbitros é o encarregado de fazer o informe oficial e quando chega à Comissão, é analisado. Mas podemos apreciar a atuação do árbitro pela televisão e cada um tem a sua opinião', disse Filippi.

O Corinthians estuda entrar com um representação contra Amarilla na Conmebol, mas segundo Filippi, a reclamação do clube também não influenciará na decisão da Comissão. 'Todas as instituições têm a possibilidade de usar os mecanismos jurídicos que entendem que são necessários para efetuar as suas reclamações nos organismos da Conmebol, mas sempre analisamos as atuações dos árbitros, haja reclamação ou não', afirmou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Rodriguinho enfrenta o Patriotas na Colômbia; fora Gabriel, Carille promove quatro novidades

    Em treino na Colômbia, Carille define escalação do Corinthians para jogo da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Cássio ergue taça de campeão paulista 2017; jogador está perto de atingir 300 jogos

    Perto dos 300 jogos, Cássio elege Corinthians de 2017 o melhor grupo do qual fez parte

    ver detalhes
  • Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    Da arquibancada para o campo: estádio de adversário do Corinthians não tem alambrado; veja vídeo

    ver detalhes
  • Romarinho foi protagonista da final da Libertadores há cinco anos

    Viraliza na web versão de gol do Romarinho narrado por Galvão Bueno; assista

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes