Com gol de atacante falastrão, Santa Fé faz 1 a 0 e tira Grêmio da Libertadores

Com gol de atacante falastrão, Santa Fé faz 1 a 0 e tira Grêmio da Libertadores

Com gol de atacante falastrão, Santa Fé faz 1 a 0 e tira Grêmio da Libertadores

Com gol de atacante falastrão, Santa Fé faz 1 a 0 e tira Grêmio da Libertadores

Wilder Medina prometeu e cumpriu. O atacante falastrão algoz do Corinthians em 2011 colocou mais um brasileiro em seu currículo. Após dizer que 'comeria' o Grêmio no início da semana, nesta quinta-feira o avante se livrou de dois marcadores e venceu Dida aos 34 do segundo tempo. A vitória do Santa Fé por 1 a 0, no estádio El Camín, eliminou o time gaúcho da Libertadores.

Mesmo com a vitória por 2 a 1 em Porto Alegre, os gaúchos ficam fora no saldo qualificado. E o placar justificou o baixo rendimento. Até o gol colombiano, Dida era figura máxima. O Grêmio não esteve em momento algum perto de vencer a partida. No primeiro tempo havia levado bola na trave e via o goleiro segurar o rival. Até que no fim do jogo o experiente arqueiro nada pôde fazer.

 O Grêmio é o quarto brasileiro eliminado da Libertadores. Restam apenas Atlético-MG e Fluminense na competição. São Paulo, Grêmio, Corinthians e Palmeiras deixaram a competição nas oitavas de final. O Santa Fé, agora, terá pela frente o Real Atlético, do Peru.

Atrás no placar devido à derrota em Porto Alegre, o Santa Fé se postou ofensivamente. O técnico Wilder Gutiérrez colocou os colombianos com três atacantes e viu sua equipe se comportar bem nos minutos iniciais. Dono do jogo, o time local obrigou Dida a fazer uma difícil defesa aos 4 minutos, após finalização de Medina. Aos 5min, Vargas, no contra-ataque, devolveu na mesma moeda e parou nas mãos do goleiro. Mas a chance mais clara ocorreu aos 18min, quando Borja recebeu cruzamento da intermediária e acertou a trave do Tricolor.

Aos 27 minutos, o Santa Fé perdeu a cabeça. Mesmo bem no jogo, o time colombiano viu o jogador Garcia acertar uma cotovelada na cabeça de Elano. O lance foi fora da disputa de bola, quando o atleta passava pelo meia gremista. O árbitro não viu o ocorrido e nada fez. Cinco minutos mais tarde Elano revidou, mas o juiz viu e mostrou o cartão amarelo.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, um segundo momento de brilho após momentos de pouco futebol. Cuero driblou a marcação e bateu de fora da área. Dida pegou novamente. Com leve superioridade do Santa Fé, uma enxurrada de passes errados e pouco futebol, o primeiro tempo foi encerrado com 0 a 0, resultado que favorecia o Grêmio, mas estava longe de tranquilizar a equipe brasileira.

O segundo tempo, no entanto, apresentou o mesmo ritmo do primeiro. Logo aos 4 minutos, Medina driblou Werley, mas bateu fraco nas mãos de Dida. Aos poucos, a pressão aumentou. O ponto alto da supremacia do Independiente Santa Fé aconteceu após os 15 minutos. Uma série de cruzamentos rondou a meta defendida por Dida. Tanto que aos 18min, o goleiro gremista pegou uma cabeçada no canto e na sequência um chute cara a cara com o oponente, salvando o time.

Vargas, porém, mostrou que o Grêmio estava vivo. Aos 25min, Meza recuou errado e o atacante por pouco não marcou. Mas a pressão do Independiente foi tanta que acabou em gol. Medina driblou dois e colocou na rede aos 34 do segundo tempo, abrindo o placar para o Santa Fé. Gol que colocou o time colombiano na próxima fase.

O Grêmio tentou pressionar de todo jeito, Vanderlei Luxemburgo colocou todos os atacantes que tinha no banco de reservas, a pressão virou de lado, o Santa Fé passou a fazer tempo. Os minutos que antes pareciam horas passaram num piscar de olhos. Vargas, sem goleiro, perdeu gol aos 47 minutos. E assim o Grêmio, novamente em Bogotá, pelos pés de Wilder Medina, está fora da Libertadores.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Internacional foi alvo de gafe da Fifa

    Fifa comete gafe, troca escudo do Internacional e põe foto do Corinthians no lugar

    ver detalhes
  • Guilherme foi o destaque da atividade coletiva pelo segundo dia consecutivo

    Dupla volta, e Oswaldo vê time titular brilhar em treino do Corinthians; veja a escalação

    ver detalhes
  • Sanchez denunciou também que Odebrecht abriu portas da Arena a repórteres, para mostrar 'somente o que quer'

    Andrés Sanchez se pronuncia sobre auditoria da Arena e critica Corinthians

    ver detalhes
  • Wagner pode reforçar o Corinthians em 2017

    Agente explica situação de Wagner e diz ter acerto contratual com Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes