Em nome da honra, Corinthians só fala em título do Paulistão

Em nome da honra, Corinthians só fala em título do Paulistão

950 visualizações 9 comentários Comunicar erro

Em nome da honra, Corinthians só fala em título do Paulistão

Em nome da honra, Corinthians só fala em título do Paulistão

Tite não tem nenhuma dúvida de que os jogadores do Corinthians estão motivados o suficiente para conquistar o Paulistão na Vila Belmiro, mesmo depois da eliminação na Libertadores. 'Ainda não vencemos esse título juntos.'


Mas, para cicatrizar definitivamente a ferida da queda diante do Boca, o treinador fez uma reunião pouco comum com o elenco. Os jogadores foram até a sala de imprensa e ouviram de Tite o agradecimento pela participação na Libertadores. Ele reconheceu, na frente dos atletas, que todos fizeram o possível, mas mesmo assim veio eliminação, atribuída à arbitragem do paraguaio Carlos Amarilla e não ao desempenho do time no Pacaembu.

A reunião, de cerca de 30 minutos, teve a presença da diretoria, inclusive do presidente Mário Gobbi, que pelo segundo dia consecutivo esteve no CT. Isso tudo é uma prova de que o Corinthians deseja muito ser campeão paulista para amenizar a queda na Libertadores e começar o Campeonato Brasileiro, daqui a uma semana, com o moral alto.

'Se temos obrigação de vencer? Temos a obrigação de jogar bem, de repetir o desempenho que tivemos contra o Boca Juniors', disse Tite. 'Não temos esse título, é o Santos, é um clássico, qual motivação seria maior?'

Apesar de jogar pelo empate para ser campeão, Tite disse que o Corinthians vai buscar o gol desde o início e vê até a partida do último domingo, o primeiro jogo da decisão, como parâmetro.

Mesmo time
O treinador não deve mudar a equipe para o jogo na Vila Belmiro. Tite não quis adiantar a escalação e que ele só confirmaria o time neste sábado num último treinamento - ontem os titulares apenas correram em volta do gramado.

O técnico foi bombardeado na entrevista coletiva, além do tema arbitragem, sobre Alexandre Pato, que disse após o jogo contra o Boca que 'veio (ao Corinthians) para jogar', mas que respeitaria a decisão do treinador. 'O Romarinho também quer, o Douglas também, todos querem, é normal', disse Tite. 'As oportunidades surgem com o desempenho.'

Ficou ainda mais evidente que Pato, por ora, continua na reserva quando o treinador afirmou que, numa reta final de campeonato, não é hora de 'vaidade' no time.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

    Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthiano Mantuan durante jogo contra o Sport, pelo Campeonato Brasileiro

    Fiel 'esquece' Roger e elege dois defensores como craques do Corinthians no empate contra Sport

    ver detalhes
  • Corinthians tropeçou no Sport neste domingo

    Corinthians perde uma posição e vê 'perigoso concorrente' assumir liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

    Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes